A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

27/02/2009 11:49

Erosão descontrolada compromete vários pontos da Capital

Redação

Quem passa diariamente pela avenida Ernesto Geisel já percebeu grandes rachaduras ao longo da via, que demonstram deslocamento do terreno. O motivo do problema é mais evidente na altura do ginásio Guanandizão, onde parte do asfalto já foi levada pelas águas do rio Anhanduí.

Mas as imagens da erosão são vistas em diferentes pontos da cidade, da periferia à Afonso Pena, com o caso mais grave registrado no Taquaral Bosque, com 5 casas prestes a serem engolidas.

Na Ernesto Geisel, a prefeitura tentou evitar que o rio levasse a terra, construíndo muros de contenção, que já estão parcialmente arrebentados. Exatamente onde as obras de contenção foram realizadas, o asfalto e o muro cairam. Atualmente, o que foi investido em pavimentação soma-se as toneladas de entulho que se acumulam no leito do rio.

Para evitar acidentes, há mais de quatro meses a prefeitura sinalizou o local com placas avisando do perigo, além de manilhas para evitar que os carros trafeguem pela faixa comprometida, causando acidentes. Contudo, a iniciativa não tem dado certo.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions