A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

25/10/2013 17:16

Escola discute como atrair jovens e reduzir evasão de até 40% em MS

Filipe Prado
Palestrante comenta que evasão escolar é ligada a violência nas escolas (Foto: Marcos Ermínio)Palestrante comenta que evasão escolar é ligada a violência nas escolas (Foto: Marcos Ermínio)

Campanha Todo Jovem na Escola foi lançada, hoje (25), em Campo Grande, com o objetivo de acabar com a evasão escolar de alunos de 15 a 17 anos. A apresentação foi realizada no tarde desta sexta-feira (25) em reunião com diretores, coordenadores e segmentos da sociedade de Mato Grosso do Sul.

Segundo dados apresentados, a taxa de alunos que saem da escola no estado, entre 15 e 17 anos, é de 20%, no período matutino, 10%, vespertino, e 40% no período noturno. Cerca de 28 mil estudantes, de 14 a 17 anos, segundo dados do IBGE. Com isso, a campanha vem para diminuir os números da evasão escolar. “Queremos trazer essas pessoas de volta para a escola”, comenta o coordenador da campanha e superintendente de Políticas de Educação, Roberval Angelo Furtado.

Para diminuir a evasão escolar, a secretária de Estado de Educação, Maria Nilene Badeca da Costa, comenta que é necessário um trabalho da escola junto com as famílias. “Nós teremos que envolver a família, discutir com elas, deixar a escola mais atrativa para o aluno”.

O superintendente explica que haverá um processo para que as escolas tracem estratégias para diminuir o número de alunos fora da escola. “Nós nos reuniremos mais uma vez no dia 8 de novembro, para discutir as estratégias para a comunidade e para chamar estes estudantes para fazer a matrícula, depois teremos mais reunião e no período de dezembro a janeiro faremos um análise e avaliação das estratégias”.

A supervisora de Gestão Escolar de Dourados, Maria Aparecida dos Santos, comenta que essas medidas são muito importantes para as escolas. “É muito importante para combater a evasão e a violência, que está ligada a isso”.

Para o diretor da Escola Estadual Adventor Divino de Almeida, Inivaldo Gisoato, 52, a campanha é uma maneira de mostrar as chances que o aluno tem quando está na escola. “A importância se dá por que mostra que o aluno fora da escola não tem nada, mas dentro ele tem muitas chances na vida”.



Sou professor do estado contratado a quase 15 anos, e de ano em ano percebo que a educação se tornou uma das formas de angariar fundos, quando acabar com o efeito das verbas públicas estar diretamente proporcional a quantidade de alunos aprovados, quem sabe inicia uma pequena melhora, outra coisa é acabar com o ensino regular e ter apenas ensino profissional. Proposta não faltam o que falta é vontade política. Fica a dica.
 
Affonso Assmann em 25/10/2013 23:39:33
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions