A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 23 de Junho de 2018

11/07/2008 22:05

Estácio de Sá rebate acusações de aumento indevido

Redação

A assessoria de imprensa da Universidade Estácio de Sá lançou nota de esclarecimento à imprensa explicando que os aumentos promovidos pela instituição não passam de 10%, bem abaixo dos 32,82% denunciados pelo DCE (Diretório Central dos Estudantes) hoje pela manhã em ação ajuizada.

Os reajustes seriam necessários em virtude da defasagem nas mensalidades de alguns cursos em comparação aos preços praticados no resto do País, garante a Faculdade.

Para a assessoria, alguns alunos podem estar confusos quanto às alterações ocorridas na soma total de suas mensalidades em decorrência de reprovação ou das chamadas dependências, que é quando o aluno precisa ou decide refazer uma determinada matéria; ou ainda por estarem adiantando matérias futuras, o que é permitido se não houver compatibilidade de horário.

Quanto a acusação de simulação de erro, resultando em decréscimo nos preços para que posteriormente eles fossem elevados, a assessoria conclui que o mesmo nunca foi realizado. Agora a instituição espera a justiça se manifestar para tomar as providencias cabíveis, informa a assessoria.

Apostadores de quatro estados são os mais novos milionários do país
Apostadores de quatro estados acertaram os seis números da sorte da Mega-Sena e são os mais novos milionários do Brasil. Os sortudos são de Salvador ...
MPE realiza processo seletivo para estagiários em 37 cidades neste domingo
O MPE (Ministério Público Estadual) aplica neste domingo (24) as provas do processo seletivo para estagiário em 37 cidades do Estado. As avaliações c...
Uems recebe inscrição para teste de proficiência em três idiomas até quarta
Segue até a próxima quarta-feira (dia 27) o período de inscrição para o exame de proficiência de leitura em inglês, francês e espanhol. O interessado...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions