ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUARTA  05    CAMPO GRANDE 17º

Cidades

Estado chama empresas para serviços nas cidades em emergência

Sete municípios tiveram situação de emergência reconhecida pelo governo, que repassou R$ 250 mil para cada um

Por Mayara Bueno e Bruna Kaspary | 16/01/2018 11:28
Governadora em exercício, Rose Modesto (PSDB).
(Foto: André Bittar).
Governadora em exercício, Rose Modesto (PSDB). (Foto: André Bittar).

O Governo de Mato Grosso do Sul iniciou o chamamento emergencial de empresas para trabalhar nas sete cidades em situação de emergência por causa das chuvas. A informação é da governadora do Estado, em exercício, Rose Modesto (PSDB), nesta terça-feira (16).

São os municípios de Iguatemi, Tacuru, Sete Quedas, Coronel Sapucaia, Novo Horizonte do Sul, Itaquiraí e Eldorado. 

Rose disse ontem que o Estado deu R$ 250 mil para cada município em emergência e mais R$ 80 mil para custear a compra de óleo diesel, que vai abastecer as máquinas que trabalham na reparação dos danos.

A governadora em exercício ressaltou que o calendário escolar, que inicia em 6 de fevereiro, está mantido. "Estamos fazendo tudo para evitar ter de mexer no calendário, nem problema com o escoamento da safra".

Deodápolis, Batayporã, Japorã, Miranda, Rio Verde de Mato Grosso, Bataguassu, Porto Murtinho, Iguatemi, Mundo Novo e Amambai também declaram emergência, mas a situação, nestes casos, ainda não foi validada pelo governo.