A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 09 de Dezembro de 2018

08/07/2009 09:30

Esteves volta à Capital; Vice-prefeito pede liberdade

Redação

Hoje, a defesa do vice-prefeito de Ponta Porã, Eduardo Campos (DEM), também entrou com pedido de liberdade no TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) para que ele responda ao processo em liberdade, depois da operação Owari.

O grupo preso é acusado de fraudar licitações em diversas áreas há cerca de 40 anos. Para perpetuar o esquema, que passava de uma administração para outra, o grupo liderado por Sizuo Uemura, que detém um império empresarial em Dourados, cooptava servidores públicos municipais.

Ex-secretário de Saúde do Estado e de Dourados, João Paulo Esteves foi solto ontem, mesmo dia em que foi preso pela Polícia Federal, durante a operação que investiga fraudes em licitações em Dourados, Naviraí e Ponta Porã. Ao todo, foram presas 41 pessoas.

Conforme o advogado Bento Adriano Duailibi, o habeas corpus concedido pelo desembargador Claudionor Miguel Abss Duarte foi cumprido ainda na PF de Dourados. Esteves foi preso em Campo Grande e transferido para a cidade.

A defesa alegou no pedido de liberdade a ausência de qualquer "requisito para manutenção" da prisão. Segundo o advogado, o filho de Esteves foi buscá-lo para que retornassem a Campo Grande.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions