A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

23/07/2016 15:18

Ex-PM que vendia drogas enquanto atuava na corporação em MS é preso

Ricardo Campos Jr.
Casal foi preso por tráfico em Goiás (Foto: Capitan Bado.com)Casal foi preso por tráfico em Goiás (Foto: Capitan Bado.com)

O ex-policial militar de Mato Grosso do Sul Allinson dos Santos Viana, 31 anos, foi preso na sexta-feira (22) levando 12 quilos de pasta base e um quilo de cocaína no tanque de combustível de um Uno Mile, em Rio Verde (GO). O delegado Adelson Candeo Junior disse ao Campo Grande News que o suspeito traficava desde 2013, quando era lotado em Corumbá, a 419 km da Capital.

Naquela época ele já era investigado. O militar comprava o entorpecente no município localizado na fronteira com a Bolívia e vendia no estado vizinho.

"Ele traficava mesmo estando na corporação. Antes, era ligado a algumas pessoas que mexiam com o tráfico em Corumbá. Quando ele se afastou da PM, se afastou delas e se aliou com outras pessoas em Rio Verde que tinham contato com traficantes em Ponta Porã", afirma Candeo Junior, chefe da Genarc (Grupo de Repressão a Narcóticos).

Desde então, Viana passou a fazer viagens regulares à fronteira com o Paraguai para buscar drogas, sempre em quantidade semelhante à apreendida ontem.

Com apoio da Polícia Civil sul-mato-grossense, a Genarc montou uma operação para flagrá-lo. Os investigadores goianos acompanharam o momento em que o ex-PM deixou o estado vizinho e depois ficaram esperando ele retornar na BR-060, onde foi interceptado.

"A droga estava solta no tanque de combustíveis dentro de balões. O tanque estava cheio de álcool. A tampa que fica embaixo do banco traseiro [que dá acesso ao compartimento] estava empoeirada. Foi jogada sujeira e colocados parafusos enferrujados de modo a parecer que há muito tempo ninguém mexia ali. Quando olhamos, pensamos que não tinha nada, pois não havia sinal de manejo. Acabamos mexendo por vias de dúvidas", lembra Candeo Junior.

Junto com Viana estava a esposa dele, Jorcerosa de Siqueira Sambrana, 36 anos, que também foi presa. Havia duas crianças no carro. Uma delas era filha apenas da mulher e a outra, do casal. Elas foram entregues a parentes.

Em depoimento, o ex-PM confessou o crime e tentou isentar a companheira. Ela negou envolvimento no tráfico. Porém, conforme o delegado, as investigações apontam que ela participava das operações.

Viana disse ainda que na casa da família, em Rio Verde, havia mais um quilo de maconha em um revólver calibre 38 de uso pessoal, apreendidos posteriormente pelos investigadores.

O casal está detido em uma das celas da Genarc, onde permanece até segunda, quando a Justiça decidirá o destino dele. Isso porque Viana é ex-policial, e portanto pode ir para um presídio específico.

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions