A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

13/07/2015 11:40

Ex-policial acusado de matar Eliza Samudio tem prisão decretada

Filipe Prado
Eliza foi morta em junho de 2010 (Foto: Reprodução/Internet)Eliza foi morta em junho de 2010 (Foto: Reprodução/Internet)

A Justiça de Minas Gerais acatou o pedido do Ministério Público e determinou a prisão do policial civil aposentado José Lauriano de Assis Filho, conhecido como Zezé. Ele é acusado de participar da morte de Eliza Samudio, em junho de 2010, a mando do goleiro Bruno Fernandes.

Segundo informações do portal UOL, a alegação do juiz Elexander Camargos Diniz, da comarca de Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, para a prisão de Zezé foi de que "o simples fato de se tratar de um policial civil incute temor a testemunhas e aos demais envolvidos na sequência de crimes".

Zezé, de acordo com a decisão do juiz, foi denunciado pelo MP por homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver, ainda vai responder por sequestro e pelo cárcere privado de Eliza e seu filho.

O policial civil Gilson Costa foi denunciado pelo MP, sendo que o juiz expediu medidas cautelares, estando proibido de manter contato ou se aproximar de testemunhas, vitimas ou informantes do processo. Ele foi acusado de ameaçar uma testemunha do caso.

O promotor Daniel Saliba de Freitas, conforme o UOL, revelou que Zezé participou do sequestro de Eliza, no Rio de Janeiro, e a morte da vítima, no dia 10 daquele mesmo mês. Três policias estão sendo investigados pelo crime, sendo o terceiro Marcos Aparecido dos Santos, proprietário da casa onde a mulher foi assassinada.

O caso corre em segredo de Justiça, já que a ação penal foi proposta com base em elementos obtidos a partir da quebra dos sigilos bancário e telefônico dos envolvidos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions