A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

27/11/2010 09:11

Exame para leishmaniose não respalda sacrifício de cães

Redação

A polêmica sobre o sacrifício de cães diagnosticados com leishmaniose volta à pauta de discussão em simpósio que acontece hoje e amanhã, no auditório da Famasul, em Campo Grande. Médicos veterinários e autoridades em saúde pública discutem qual o "caminho do meio" para os animais que apresentam sintomas da doença. Hoje, a eutanásia de cães é feita mesmo sem autorização do dono.

Nas discussões do simpósio, promovido pelo CRMV-MS (Conselho Regional de Medicina Veterinária-MS), estão o tratamento da doença, o uso da coleira e a eutanásia dos cães diagnosticados com a doença. A presidente do CRMV-MS, Sibele Cação, avalia que a dúvida em torno do exame é o que prejudica a prática do sacrifício.

"O exame sorológico não tem 100% de certeza, há o risco de o resultado apresentar um falso positivo, o que leva a morte um animal que não tem comprovadamente a doença. Isso acontece principalmente quando o animal não tem sintomas, mas o resultado dá positivo", comenta Sibele.

Em Campo Grande houve 32 mortes em quase 400 casos da doença, segundo a União, entre 2006 e 2008. Somente neste ano, o Campo Grande News noticiou a morte de quatro pessoas vítimas da leishmaniose, em municípios como Corumbá, Ladário, Três Lagoas e na Capital. Além disso, o município de Coxim precisou decretar emergência por conta do surto da doença.

Segundo a OMS, a leishmaniose visceral registra anualmente 500 mil novos casos humanos no mundo com 59 mil óbitos. Quando não tratada, pode evoluir para óbito em mais de 90% das ocorrências. Na América Latina, ela já foi detectada em 12 países e, destes, cerca de 90% dos casos acontecem no Brasil, onde, em média, 3.500 pessoas são infectadas anualmente.

A presidente do conselho acrescenta que a população, quando tem dúvida, pode exigir o exame de contraprova. "A prefeitura não faz porque sairia o dobro do custo, fazer um exame e depois comprova-lo com outro. Mas a população tem como buscar outros meios", disse, citando as clínicas particulares.

Coleira

Mega-Sena acumula e prêmio no sábado pode chegar a R$ 39 milhões
A Mega-Sena mais uma vez ficou sem vencer na noite desta quarta-feira (13) e, assim, acumulou. O prêmio pode subir para R$ 39 milhões no sorteio do p...
Chuva intensa de meteoros terá pico na madrugada de quinta-feira
A chuva de meteoros Geminídeos – uma das mais intensas e brilhantes do ano – vai ocorrer durante a noite de hoje (13) e a madrugada de amanhã (14) e ...
STF tem maioria a favor de delação negociada pela Polícia Federal
O Supremo Tribunal Federal (STF) formou hoje (13) maioria para manter a autorização legal para que a Polícia Federal (PF) possa negociar delações pre...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions