A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

21/10/2009 09:13

Famasul diz ser a favor da legalidade sobre arrendamento

Redação

A Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul) apoiou parcialmente a ação do MPF (Ministério Público Federal) contra índios e fazendeiros por arrendamento ilegal de terras na reserva de Dourados. A ação, que também pede indenização de R$ 2,6 milhões dos produtores rurais que arrendaram as terras, deu entrada na Justiça Federal em Dourados.

Em nota distribuída pela assessoria, a Famasul afirmou ser "a favor da legalidade em todos os seus aspectos" e defendeu punição aos responsáveis. "Se houve algum tipo de transgressão à lei, a Justiça deve fazer o seu papel e punir os transgressores justamente, sejam eles brancos ou índios", declarou, por meio da assessoria, o presidente da Famasul, Ademar da Silva Júnior.

Entretanto, o líder ruralista apontou "contra-senso" na ação judicial. No seu entendimento, tanto o MPF quanto a Funai atribuem os problemas sofridos pelas comunidades indígenas de Dourados

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions