A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

10/07/2010 09:57

Família de jovem morto por arma da Polícia pede punição

Redação

Familiares do examinador do Detran e acadêmico de Direito Ítalo Marcelo de Brito Nogueira foram às ruas na manhã deste sábado pedir punição ao responsável pelo tiro que matou o jovem, o filho de um policial.

Munidos de faixas, eles distribuíam panfletos no cruzamento da Avenida Afonso Pena com a rua 14 de julho, um dos mais movimentados da cidade.

Ítalo morreu no dia 4 de junho durante uma festa no bairro Piratininga, em Campo Grande, ao ser atingido por disparo da arma empunhada por Guilherme Henrique Santana de Andrea, de 22 anos.

A arma, uma espingarda calibre 12, pertence ao pai de Guilherme, o investigador da Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico), Pedro Wlademir de Andrea.

Guilherme, que alegou que o tiro foi acidental, se apresentou à polícia após o flagrante, foi indiciado por homicídio culposo, quando não há intenção de matar e responde ao processo em liberdade.

A irmã de Ítalo, Natália Nogueira, reclama que a família vive dias de angústia, porque o processo corre em segredo de justiça e não são divulgadas as movimentações.

A família reclama ainda do que considera deboche, alegando que na página de relacionamentos Orkut, Guilherme postou a seguinte frase: "Passarinho que não deve nada para ninguém dorme sossegado".

Os familiares questionam, ainda, a conduta do pai do jovem, que, para eles, deveria ter prendido Guilherme logo após o crime.

O protesto no centro da Capital reúne 20 pessoas, entre familiares e amigos de Ítalo. Estão no local o pai do jovem, Ítalo Nogueira, o irmão, Sérgio de Brito Nogueira e a mãe, Regina Helena de Brito.

Aplicativo enviará à CGU denúncias de agressão e discriminação a pessoas LGBTI+
O Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União recebe, a partir de hoje (18), denúncias feitas pelo aplicativo TODXS, relativas à discr...
TSE: regras eleitorais deixam dúvidas sobre fake news e autofinanciamento
O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou hoje (18), por unanimidade, as 10 resoluções que irão regular as eleições de 2018, mas ainda ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions