A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

24/11/2009 07:13

Família faz camiseta com foto de Rogerinho para missa

Redação

A missa de sétimo dia de Rogério Mendonça, 2 anos, será hoje na igreja Nossa Senhora de Fátima, às 19 horas de hoje.

Familiares e amigos de Rogerinho, como era conhecido, vestirão camisetas com uma foto do menino, como uma homenagem à criança, morta após discussão de trânsito entre o tio dele, Aldemir Pedra, 22 anos, e o jornalista Agnaldo Ferreira Gonçalves, 60 anos, ocorrida na quarta-feira (18/11), na Avenida Mato Grosso, em Campo Grande.

A mãe do menino, Ariana Pedra, 20 anos, explica que na missa estará com roupas brancas, como uma forma de pedir paz. A jovem conta que não usará preto porque o filho não combina com tristeza.

O autor, Agnaldo Gonçalves, já está preso no IPCG (Instituto Penal de Campo Grande). Ele se apresentou à Polícia Civil no dia do crime e a Justiça decretou a prisão preventiva.

O jornalista poderá responder pelo homicídio do garoto e tentativa de homicídio contra o tio dele, o avô João Afonso Pedra, 52 anos, e a irmã, Ana Maria Mendonça, 5 anos. Todos estavam na caminhonete L 200 quando a confusão teve início, no cruzamento das Avenidas Mato Grosso e Ernesto Geisel.

A briga se estendeu por mais trechos da Avenida Mato Grosso, até que na altura da Rua Rui Barbosa, o jornalista atirou, de dentro do Fox que conduzia, contra a caminhonete.

Rogerinho e o avô foram baleados. O menino morreu no mesmo dia e o avô já teve alta do hospital.

O jornalista alega ter sido "fechado" pelo carro conduzido por Aldemir por três vezes. Ele afirma ainda que foi agredido pelo tio do menino.

Já Aldemir, garante que não foi violento e que apenas empurrou a mão de Gonçalves.

Serviço - A igreja é localizada na Rua Flávio de Matos, 537, Bairro Monte Líbano.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions