ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEXTA  25    CAMPO GRANDE 26º

Cidades

Família procura homem que desapareceu em viagem para MS

Por Redação | 19/09/2009 09:20

Familiares do cobrador Luis Claudio Amaral Vianna, de 55 anos, procuram informações sobre seu paradeiro. Ele desapareceu na última terça-feira (15), durante viagem para Mato Grosso do Sul.

Segundo seu irmão, Paulo Celso Amaral Vianna, de 57 anos, Luis Cláudio saiu de viagem na última segunda-feira (14), com destino a Nova Andradina, município que fica a 292 quilômetros de Campo Grande, onde deveria permanecer por 15 dias.

Ele estava a trabalho e fazia cobranças para a empresa Onix Sat, de Londrina (PR). "Em suas viagens ele sempre fazia contato com a família por telefone fixo, celular e internet", conta o irmão.

Entretanto, a última vez em que falou com os familiares foi na terça-feira (15), por volta das 11h. Na ligação, ele informou que viajaria no mesmo dia para Nova Andradina e depois seguiria para Campo Grande. Depois disso, não entrou mais em contato.

A família de Luis, que mora em Curitiba (PR), registrou boletim de ocorrência na cidade e acionou a PM (Polícia Militar) do Paraná e a PRF (Polícia Rodoviária Federal), mas ainda não conseguiu nenhuma informação sobre seu paradeiro, nem a respeito do veículo que ele conduzia, um Gol prata, de placas AQM-2108, de Londrina.

Por acreditar que o desaparecimento ocorreu na viagem entre Nova Andradina e a Capital, sua esposa, cujo nome será preservado a pedido da família, está no Estado, e percorre o trecho que ele faria para tentar localizá-lo.

Os familiares acreditam que possa se tratar de um caso de sequestro, não por dinheiro, mas como forma de intimidação pelo trabalho de cobrança feito pelo homem.

Luis trabalha para uma empresa que vende localizadores de veículos por satélite, para impedir roubos. Para seu irmão, o localizador instalado em seu Gol não está ligado, porque não foi possível localizar o veículo por meio do aparelho.