A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 21 de Agosto de 2018

29/11/2010 10:10

Famílias chegam em caravanas para ocupar sede do Incra

Redação

Cerca de 100 famílias que ocupam esta manhã a sede do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) se organizaram em caravanas vindas de diversos municípios do estado. Eles permanecem esperando posicionamento do superintendente, Manuel Furtado Neves, e não pretendem sair do local enquanto não forem atendidos.

Messias Mimoso de Arruda, 45 anos, afirma que morou em um acampamento por seis anos para tornar-se assentado, no entanto, após um ano, ainda não recebeu o dinheiro para o início das obras no lote. "Dia 15 de dezembro completa um ano que estou assentado, até o momento não recebi meu crédito inicial. Estamos cobrando mais agilidade para a liberação do crédito", afirmou.

Ele é do assentamento Indaiá, em Aquidauana e diz que veio coordenando o grupo que veio de lá. "Eu vim coordenando a caravana do pessoal. Nós pretendemos permanecer aqui até a gente conseguir ser atendido. Mesmo que seja preciso ficar dois ou três dias".

O vice-presidente da seccional de Mato Grosso do Sul da CUT, Francisco Militão Sampaio, está junto das famílias e diz que vai esperar o superintendente, para conversar sobre as reivindicações do grupo e resolver o problema, mesmo que seja necessário "descer os colchões" do ônibus e dormir por ali mesmo, a exemplo do MST (Movimento dos Trabalhadores Sem Terra) na semana passada.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions