A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 24 de Março de 2019

12/10/2009 14:34

Famílias pedem área de lazer em antiga estação de esgoto

Redação

Moradores do bairro Marcos Roberto, em Campo Grande, cobram a construção de uma área de lazer como solução para os problemas trazidos pela desativação de uma estação de tratamento de esgoto no bairro.

Desde que foi abandonada, neste ano, a área na rua da Granja tem servido como ponto de consumo de entorpecentes e "desova" de produtos furtados, segundo quem vive na região.

Para a operadora de caixa Jaqueline da Silva, de 22 anos, que mora ao lado do terreno, a falta de segurança é a principal reclamação. "Eu acho que deveria fazer uma área de lazer aqui", defende.

O militar Joaquim Lopes, de 47 anos, aponta a criação de uma praça no local como melhor opção de projeto. "A quantidade de árvores que existe lá facilitaria para isso", afirma.

Presidente da Associação de Moradores do Bairro Bom Jesus, que faz divisa com o Marcos Roberto e fica ao lado da antiga estação, Nilza Barbosa Martins, de 69 anos, lembra que antes de ser desapropriada a área era uma chácara particular.

Por cerca de quinze anos funcionou no local a estação de tratamento de esgoto, que levou "mau-cheiro e desconforto para os moradores", conta. A desativação, contudo, "piorou a situação e deixou o local complicado", diz Nilva, por conta dos adolescentes que usam a área para consumir drogas.

Desinformados - Além do desconforto e a da falta de segurança provocada pelo terreno abandonado, quem vive nas proximidades reclama de não saber o que será feito da área.

"Nós não fomos informados de nada", reclama a arquiteta Daise Lopes, de 43 anos, que mora ao lado do terreno.

Ela conta que na semana passada teve início o corte das árvores na área, eucaliptos e mudas plantadas na época de funcionamento da estação, mas os moradores ainda não têm idéia do que será feito ali.

Daise diz que fiscais da Prefeitura mediram o terreno há alguns dias, mas não souberam informar quais obras serão realizadas no local. A movimento colocou os moradores em alerta, que se organizam para encaminhar á prefeitura o pedido de investimentos em lazer.

"Quem aguentou mau-cheiro tanto tempo merece um local de lazer", completa a moradora.

Apostadores tem até amanhã para concorrer a R$ 3 milhões da Mega-Sena
Depois de pagar mais de R$ 32 milhões para uma aposta de Salvador, BA, na última terça-feira (19) o próximo sorteio da Mega-Sena acontece amanhã (23)...
ANS debate regras sobre relação entre planos de saúde e prestadores
Com o objetivo de harmonizar a relação contratual entre operadoras de planos de saúde e prestadores de serviço, a Agência Nacional de Saúde Suplement...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions