A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 14 de Dezembro de 2018

14/03/2008 14:00

Fazenda de sul-mato-grossensse é incendiada no Paraguai

Redação

A fazenda de um produtor rural  sul-mato-grossense foi incendiada no departamento paraguaio de Concepción, segundo divulgou hoje a polícia do país vizinho. O incêndio aconteceu na fazenda de soja Santa Herminia, de 3,8 mil hectares, que fica a 250 quilômetros da fronteira com Mato Grosso do Sul. A área é de propriedade do empresário brasileiro Nabor Both, de Aral Moreira, que mantém uma disputa com supostos camponeses sem-terra que acampam nas proximidades de sua propriedade.

Both denunciou que cerca de sete homens armados, supostamente com pistolas, entraram na sua fazenda na noite da última quarta-feira e queimaram um depósito no qual estavam estacionados dois tratores, uma colheitadeira e um caminhão, além de sementes e outros equipamentos agrícolas. As máquinas seriam avaliados em R$ 400 mil.

O brasileiro, contra quem existe no Paraguai uma ordem de detenção pela uso na lavoura de com produtos não permitidos, atribuiu a ação a camponeses que o denunciaram em várias oportunidades e que também exigem a posse de cerca de 600 hectares dos 1.300 hectares em posse dele.

O relatório policial também informou que foram encontrados, no local do incêndio, várias folhas com a seguinte mensagem: "Terra para os camponeses paraguaios, aqueles que matam o povo com agrotóxicos pagarão desta maneira". A mensagem era assinada pelo Exército do Povo Paraguaio (EPP).

Demetrio Alvarenga, um dos líderes camponeses que vivem nas proximidades da fazenda do brasileiro desmentiu para os jornalistas o suposto envolvimento com o incêndio e disse que desconhece a existência do EPP. (Com informações da Agência Efe e do Jornal On Line Capitan Bado)

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions