A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

03/04/2013 20:27

Fiscalização encontra apenas três academias sem irregularidades

Nesta tarde em Campo Grande, uma academia e um estúdio de personal training foram fechados pelo Cref e Procon

Nyelder Rodrigues e Helton Verão
Academia fechada fica no bairro Guanandi, enquanto estúdio fica no Centro (Foto: Vanderlei Aparecido)Academia fechada fica no bairro Guanandi, enquanto estúdio fica no Centro (Foto: Vanderlei Aparecido)

De janeiro a março deste ano, 75 estabelecimentos entre academias, estúdios de personal training e escolas de natação foram fiscalizadas pelo Cref-MS (Conselho Regional de Educação Física), e apenas três delas estavam sem nenhuma irregularidade.

Nesta quarta-feira (3), mais dois locais foram fechados em ação conjunta entre Cref e Procon em Campo Grande. No bairro Guanandi, rua Jatobá, foi fechada a academia Faixa Preta, enquanto que no Centro, na rua Anhanduí, o estúdio Ginastics foi interditado.

Conforme o Cref, ambos os lugares apresentaram irregularidades. No caso da academia no Guanandi, eles tinham apenas o CNPJ, enquanto o estúdio no Centro nem isso tinha. Para abrir um estabelecimento de atividade física, é necessário registro no Cref, alvará de localização concedido pela Prefeitura, e alvarás da Vigilância Sanitária e Corpo de Bombeiros.

Primeiro, o local com irregularidades recebe um auto de infração, e tem sete dias para regularizar a situação. Caso não haja mudança da situação, é feito um auto de intimação, e dado o prazo de 48 horas para que o proprietário se regularize.

Se após os dois prazos o local ainda continuar com irregularidades, ele é fechado. Os dois locais interditados nesta quarta-feira já passaram pelas duas notificações, e os casos se desenrolam desde o meio do ano passado.

Conforme a coordenadora de fiscalização do Cref, Fabiana Mesquita Rios, os donos da academia do bairro Guanandi argumentaram que estavam providenciando os documentos. “Mas eles falam a mesma coisa desde a primeira fiscalização”, comenta.

Já no estúdio, a proprietária justificou que está com problemas judiciais envolvendo a faculdade onde estuda, e que aguarda autorização para entregar a monografia e, a partir de então, regularizar o local.

As interdições continuam até a regularização das documentações de cada estabelecimento. Neste ano, 37 dos locais fiscalizados não tinham registro, enquanto 35 tinham alguma irregularidade relativa a alvarás. Cerca de oito locais são visitados por dia.

De acordo com o superintendente do Procon, Alexandre Rezende, o Procon apenas intervém nos casos extremos, em que o Cref já atuou da maneira que pôde e precisa fechar algum estabelecimento.

Em 2012, Procon e Cref fiscalizaram juntos 14 locais, e 12 se regularizaram a tempo de não serem fechados, conta Alexandre, acrescentando que os únicos que continuaram irregulares foram os interditados nesta quarta.

O superintendente do Procon ainda afirma que o consumidor pode procurar o órgão para pesquisar sobre as academias que funcionam sem irregularidades, também recomendando que a população deve prezar pela qualidade e legalidade do serviço oferecido, sem se guiar apenas pelo preço mais baixo.

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...


O CREF, infelizmente, só fiscaliza as academias. Deveriam fiscalizar o trabalho do profissional de educação física que é realizado nas escolas públicas de Campo Grande. A maioria dos professores de educação física, trabalham sem a menor condições de higiene nas quadras de esportes, devido as fezes dos pombos que infestam as escolas e as coberturas dos ginásios. Os alunos praticam esportes em meios as fezes. Uma quadra é dividida para três professores ministrarem suas aulas, cada um com turmas de 40 alunos. Além da falta de material. A época em que os professores de educação física possuiam uma sala repleta de material esportivo acabou. Hoje os professores trabalham apenas com uma bola de futebol e uma de volei. Algumas poucas escolas são a exceção. CREF não existe só para as academias.
 
Marcos Alexandre em 04/04/2013 09:09:03
na minha opinião deveria ser divulgados ao menos os nomes das academias que estão regulares.
 
valter martins em 03/04/2013 22:49:03
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions