A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

18/01/2010 16:14

Fornecedor diz que situação na Santa Casa vai ficar pior

Redação

A suspensão dos medicamentos à Santa Casa de Campo Grande ocorreu pela falta de pagamento do hospital às empresas e deve ficar ainda pior, segundo um dos fornecedores.

O representante, que pediu para não ser identificado, não detalha quais medicamentos foram interrompidos, mas garante que são aqueles essenciais para os procedimentos cirúrgicos e para a sobrevivência de determinados pacientes.

Ele alega que a decisão foi tomada depois de muito atraso no pagamento, além de promessas não cumpridas feitas pela administração do hospital aos representantes.

Segundo o fornecedor, sempre que há problemas no fornecimento a Santa Casa consegue um fundo emergencial para solucionar o problema.

Contudo, ao invés de tentar regularizar o pagamento àqueles que já fornecem medicamentos, a administração procura novos fornecedores e efetua pagamento à vista.

Com isso, aumenta a indignação de quem aguarda há tempos pela quitação dos compromissos assumidos pelo hospital, que acumula dívida de R$ 14 milhões com os fornecedores.

De acordo com o representante comercial, não há previsão de quando os medicamentos voltarão a ser fornecidos à Santa Casa.

A Assorems (Associação de Representantes de Distribuidores de Medicamentos, que representa os fornecedores de medicamentos e materiais afins, foi procurada para comentar o caso, mas não quis se manifestar sobre o assunto.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions