A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

05/01/2009 17:26

Funtrab culpa Colônia de pescadores por atraso de seguro

Redação

O atraso no pagamento do seguro-desemprego aos pescadores de Miranda (MS) ocorreu por conta da demora da direção da Colônia no envio de documentos à SRT (Superintendência Regional do Trabalho), e pela morosidade desta em encaminhar as informações ao Ministério responsável, garante a Funtrab (Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul).

Hoje a Fundação intermediou as negociações entre os ribeirinhos e o Governo Federal para garantir o fim da interdição da BR-262, bloqueada em protesto.

Segundo o diretor-presidente da Funtrab, Cícero Ávila, o representante dos pescadores no município, Salvador de Araújo, deveria ter enviado uma atualização do cadastro referente a seu mandato à Brasília, em abril do ano passado.

O procedimento é necessário porque os pescadores precisam de um comprovante de que trabalham com a pesca para receber o seguro.

Mas, segundo informado pela Funtrab, os documentos do Conselho de Miranda teriam sido enviados somente em novembro de 2008.

A partir daí, o atraso deu-se por conta da demora da SRT, que só enviou as informações no início de dezembro. "Houve atraso de um e morosidade do outro", afirma Ávila.

Com isso, quem perdeu foram os ribeirinhos, que estão há dois meses sem receber o seguro referente ao período da Piracema.

Depois do protesto desta tarde, com o bloqueio da BR-262, ficou decidido que os trabalhadores irão receber até o dia 12 deste mês.

Apesar de ter colaborado com as negociações, a Fundação do Trabalho ressalta que a responsabilidade pelo pagamento dos pescadores é do Governo Federal.

"Houve um atraso por conta dessa situação dos documentos, e nós assim que soubemos do protesto trabalhamos com o Ministério do Trabalho para que se fizesse o mais rápido possível a liberação da BR", explica Ávila.

Amanhã, uma comissão formada por cinco pescadores deverá vir a Campo Grande às 9h para discutir a questão. A Funtrab irá mediar novamente a conversa deles com o Ministério do Trabalho.

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...
Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions