A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

15/07/2008 09:37

Garoto morto em Aquidauana ficou 7 horas sem atendimento

Redação

O estudante Wesley Shiota Cavalcante, 16 anos, morto por uma gangue na noite de domingo, ficou mais de sete horas sem atendimento de um especialista no Hospital Regional de Aquidauana.

Ele foi assassinado com tiro na cabeça, após briga por causa de um boné. Um grupo de adolescentes tentou roubar Wesley, que reagiu e acabou atingido na madrugada de domingo passado.

O adolescente estava com uma bala alojada na nuca e precisava com urgência de atendimento de um neurocirurgião. Porém, Aquidauana, considerada cidade pólo de saúde para a região, não oferece a especialidade.

Só no final da manhã de domingo, o rapaz foi transferido para Campo Grande, onde morreu às 21 horas. "Meu primo ficou esperando das 3h até às 10h por um médico especialista no PS, e não conseguimos. Depois de sete horas de espera, conseguimos uma vaga para ele em uma clínica particular em Campo Grande, mas infelizmente foi muito tarde, ele não resistiu", contou uma das primas da vítima. (com informações do Anastácio Notícias)

Carro roubado no Rio de Janeiro é recuperado em estrada rumo ao Paraguai
Um automóvel recentemente roubado no Rio de Janeiro foi recuperado por policiais militares em uma estrada vicinal de Japorã –a 487 km de Campo Grande...
Recesso de fim de ano começa nesta semana no Judiciário e Legislativo
Na reta final de 2017, para alguns servidores a "folguinha" das festas começa mais cedo. Em orgãos Estaduais e Federais de Mato Grosso do Sul, tem re...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions