A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 19 de Outubro de 2018

17/05/2010 10:02

Garras prende 3 e investiga venda de produto veterinário

Redação

Policiais do Garras (Grupo Armado de Repressão a Roubos, Assaltos e Seqüestros) prenderam dois rapazes por tráfico de drogas na Mata do Jacinto, no último final de semana e investiga a venda de aminoácidos administrados em cavalos, em doses. Um terceiro jovem acabou preso por porte ilegal de arma.

O Garras recebeu uma informação de que havia uma casa com movimentação suspeita no bairro Mata do Jacinto. O fluxo constante de pessoas gerou desconfiança.

Na sexta-feira a Polícia montou uma campana e foi encontrada uma pequena porção de maconha na geladeira, balança de precisão, provavelmente usada para usar drogas e na qual havia resquícios de cocaína.

Os policiais também encontraram duas bisnagas de produto para eqüinos chamado Beta-M. A perícia vai avaliar o material, usado como suplemento para ganho de massa.

Foram presos por tráfico Luiz Fernande Bedoia da Silva, 22 anos e Ricardo Neves Rocha, de 34 anos. Uma terceira pessoa, cujo nome é preservado, estava na casa. O homem trabalha em uma casa que vende produtos veterinários e era o fornecedor das bisnagas Beta-M, que eram vendidas no local há cerca de 30 dias.

Dependendo do resultado das investigações e análise o homem pode ser preso com base no artigo 278 do Código Penal, que trata da venda de produtos nocivos à saúde pública.

O rapaz retirou os produtos no nome dele. A dose da substância era vendida de R$ 30,00 a R$ 60,00, "de acordo com a cara do cliente", segundo confessaram à Polícia.

Na casa também foi encontrada caderneta com nomes e valores na frente. A Polícia agora quer saber se são usuários de drogas ou compradores da substância de uso veterinário.

Na sexta-feira à noite, durante a campanha, chegou à casa Raylan de Oliveira Almeida, de 19 anos, com uma motocicleta Haybusa. Ele perguntou aos policiais o que estava acontecendo e acabou preso porque estava com um revólver calibre 38, sem o porte. A arma foi apreendida, assim como a moto e um veículo Mercedes Benz, que estava na casa do responsável pela distribuição das bisnagas com Beta-M, na Mata do Jacinto e pertencia a Raylan. Os policiais apuraram que os veículos foram comprados com o dinheiro proveniente da venda de um imóvel, mas o jovem, que é de classe média alta, ficou preso por conta do porte ilegal de arma.

R$ 3 milhões é o valor da bolada em jogo no sorteio da Mega-Sena de amanhã
Depois de premiar uma aposta da Bahia com mais de R$ 2,5 no sorteio de terça-feira (16) a Mega-Sena pode pagar amanhã (20), até R$ 3 milhões para um ...
TSE adia para domingo anúncio de medidas contra notícias falsas
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) adiou para domingo (21), às 14h, a entrevista coletiva marcada para esta tarde para anunciar medidas de combate à...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions