A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

20/11/2015 11:18

Governo monta grupo para elaborar Plano Estadual de Igualdade Racial

Leonardo Rocha
Subsecretário Carlos Alberto Versoza diz que grupo poderá elencar prioridades em cada setor (Foto: Sedhast)Subsecretário Carlos Alberto Versoza diz que grupo poderá elencar prioridades em cada setor (Foto: Sedhast)

O governo estadual montou um grupo de trabalho para elaborar um Plano Estadual de Políticas Públicas para Promoção de Igualdade Racial. Este será formado por representantes do executivo, assim como de entidades e instituições da sociedade civil. Eles vão se reunir de forma regular, para projetos em diferentes áreas, como saúde, educação, cultural, com a intenção de diminuir a discriminação racial.

Este grupo terá representantes das subsecretarias das Mulheres, Juventude, Direitos Humanos e Igualdade Racial. Assim como das secretárias de Saúde, Educação, Segurança, Segov, Cultura, Habitação e Desenvolvimento. Além da Agraer, Funtrab, Fundesporte, Defensoria Pública, Assembleia Legislativa, UEMS, UFMS e OAB-MS. Participam também a Conerq (Coordenação das Comunidades Negras, Rurais e Quilombolas de MS), Fórum do Movimento Negro e Conselho Estadual dos Diretos dos Negros.

O subsecretário de Igualdade Racial,Carlos Alberto Versoza, ressaltou que eles vão marcar a primeira reunião e que o plano deve ser elaborado em até doze meses. "Nós vamos discutir políticas públicas em várias áreas, como saúde, educação, esporte, cultura, para diminuir a discriminação racial".

Ele explicou que o governo estadual segue as normas nacionais, mas que cada Estado tem suas peculiaridades, que precisam ser priorizadas e estabelecidas. "Por exemplo na área da saúde, temos a anemia falsiforme em algumas comunidades quilombolas, que precisa ter um cuidado específico, assim como outros temas na educação".

Sobre a política de cotas para negros em concursos estaduais, Versoza ponderou que pode ser incluído uma ampliação neste plano estadual ou tratado de forma específica pelo governo estadual. O deputado Rinaldo Modesto (PSDB), líder do Governo, anunciou ontem (20), que o executivo prepara uma proposta, junto com MPE (Ministério Público Estadual), semelhante a de Amarildo Cruz (PT), que quer a ampliação de 10% para 20% nas cotas.

Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...
Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions