A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

23/01/2015 10:45

Governo precisa de R$ 166 milhões para concluir obras inacabadas

Edivaldo Bitencourt e Juliene Katayama
Miglioli faz as contas sobre as obras herdadas do antecessor (Foto: Marcelo Calazans)Miglioli faz as contas sobre as obras herdadas do antecessor (Foto: Marcelo Calazans)

O Governo estadual conta com R$ 374 milhões em caixa para concluir as obras inacabadas deixadas pelo ex-governador André Puccinelli (PMDB). Para concluir todos os projetos, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) vai precisar encontrar mais R$ 166 milhões, segundo levantamento divulgado hoje pelo secretário estadual de Infraestrutura, Marcelo Miglioli.

Durante reunião com prefeitos no Centro de Convenções Rubem Gil de Camilo, na manhã de hoje, o secretário contou que os contratos de obras em execução somam R$ 660 milhões, sendo R$ 120 milhões para manutenção e R$ 540 milhões para construção.

Miglioli disse que todas as obras serão concluídas. No entanto, Reinaldo definiu uma lista de prioridades, que inclui o Aquário do Pantanal, com 90% das obras executadas; o campus da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) na Capital e do prédio em Dourados; a duplicação da Avenida Guaicurus na segunda maior cidade do Estado, entre outros.

Além do rombo nos contratos de obras, o Governo estima que há aproximadamente R$ 100 milhões em contas a pagar herdadas do antecessor.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions