ACOMPANHE-NOS    
MAIO, QUARTA  18    CAMPO GRANDE 

Cidades

Homem evita ir ao médico por preconceito e desinformação

Por Redação | 17/06/2010 14:10

A população masculina se tornou, nos últimos anos, alvo de campanhas de orientação por conta do aumento no número de casos de doenças e pela falta de informação sobre os perigos do descuido com a saúde. Em Campo Grande, o Movimento pela Saúde Masculina realiza atendimentos até sábado na Praça do Rádio.

Aguardando na fila ou nas cadeiras disponibilizadas após a entrega da senha, o público ainda reluta em comentar o motivo de procurar orientação.

"Já fiz o tal exame de próstata, e até precisei fazer raspagem, porque sentia muitas dores e não estava bem. Estou aqui porque as dores voltaram e estou preocupado. Mas é bem tranqüilo o exame", comenta João Xavier da Silva, de 67 anos.

Na opinião do aposentado, a baixa procura pelos serviços de urologia tem um motivo muito conhecido. "

Nos siga no Google Notícias