ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEGUNDA  21    CAMPO GRANDE 20º

Cidades

Homem perseguiu e assediou adolescente por 10 dias

Por Redação | 01/10/2009 16:39

Um pedreiro de 53 anos perseguiu e assediou por 10 dias uma adolescente de 16 anos, na Vila Sobrinho, em Campo Grande. A jovem acionou a Polícia Civil e ele acabou preso na terça-feira (29).

De acordo com a Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) a garota era seguida e assediada pelo homem quando seguia à escola, no início da manhã.

Ele dizia a ela palavras de cunho sexual e em uma das vezes, teria segurado o braço dela. Neste dia, a jovem conseguiu escapar e saiu gritando por socorro, porém o agressor disse: "um dia ainda te pego".

A adolescente contou à mãe a situação e procurou a Depca. Os policiais foram para o local indicado por ela e dois dias depois o pedreiro foi preso.

A garota reconheceu o autor antes da prisão e também na delegacia. Segundo declarações dela à Polícia, o pedreiro também seguia outras jovens da mesma escola.

A delegada da Depca, Regina Márcia Rodrigues de Brito Mota, explica que a iniciativa da adolescente em procurar a Polícia rapidamente serve de exemplo para outras jovens.

Segundo a delegada, a denúncia imediata pode muitas vezes evitar um crime maior, como o estupro. Ela orienta as jovens que se sentirem perseguidas e assediadas, a observar o autor e procurar a Polícia para que ele seja preso.

No caso do pedreiro preso na Vila Sobrinho, ele foi autuado por perturbação da tranqüilidade e responderá à contravenção penal em liberdade.

Na Depca há fotos do autor. Quem tiver suspeita de já ter sido assediada por ele, que é de cor parda, alto, porte médio e cabelos escuros ondulados, pode procurar a Depca através do telefone 3385-3456.