A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

24/04/2008 15:08

HR ameaça cortar ponto de servidor que foi à Assembléia

Redação

A direção do HR (Hospital Regional Rosa Pedrossian), em Campo Grande, anunciou nesta tarde que funcionários que foram nesta manhã à Assembléia Legislativa para uma manifestação sobre o reajuste salarial da categoria terão o dia de trabalho descontado, se ficar comprovado que deixaram a instituição de saúde durante o horário de expediente.

Conforme o presidente da Fundação de Serviços de Saúde de Mato Grosso do Sul, José Roberto da Silva, que está respondendo também pela direção do HR, foi pedido ao setor de recursos humanos um levantamento sobre o assunto, porque há informações de que servidores bateram o ponto e deixaram o hospital para ir à Assembléia durante a manhã.

Cerca de 150 servidores do HR foram à assembléia. O diretor disse que o hospital não enfrentou problemas, mas que eles poderiam ter ocorrido nesta manhã. Segundo ele, a informação obtida é que servidores deixaram, por exemplo, a lavanderia, um setor que, diferente do que muitos podem pensar, é essencial, na avaliação do médico.

Segundo ele, houve ainda um agravante, o fato de os manifestantes terem dito que receberam autorização da direção do Hospital para deixar a unidade de saúde.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions