A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

28/09/2015 22:40

Ibama descobre esquema de venda ilegal de madeira na reserva indígena Kadiwéu

Flávio Paes
Fiscais encontraram vária árvores derrubadas prontas para beneficiamento (Foto:Divulgação)Fiscais encontraram vária árvores derrubadas prontas para beneficiamento (Foto:Divulgação)

Fiscais do IBAMA, numa operação realizada entre os 21 e 27 deste mês, descobriram um esquema ilegal de desmatamento e venda de aroeira que estava funcionando na Fazenda São Sebastião, propriedade que integra a Reserva Indígena Kadiwéu. Os agentes encontraram vastas áreas desmatadas, árvores prontas para serem beneficiadas,lascas de madeira, palanques para facilitar o transporte entre as picadas (carreadores) abertas na mata, para dificultar a visualização através de imagens de satélite. O nome dos envolvidos não foi divulgado para não atrapalhar as investigações, mas com certeza, o esquema tem a participação de indígenas (além dos não indígenas)

Numa das áreas já desmatadas haviam encontradas palanques  3,30 e 3,50 metros e esticadores ou firmes com 2,50 metros, prontos para serem transportados numa carreta, rebocada por um trator, sem número de identificação ou marca, de cor amarela, até a entrada do carreador.

No local, que servia de acampamento, os fiscais encontraram um trator e uma carreta reboque carregada com todas os utensílios de cozinha, roupas, colchões e galões de combustíveis, pronta para ser retirada do local. Como não havia pessoal, nem e logística para remover o trator, a equipe do Ibama colocou terra no tanque de combustível e no motor, evitando que fosse removido ou escondido dentro da mata.

A fazenda, onde foi constatada a exploração irregular de madeira fica numa parte da reserva Kadiwéu localizada na estrada do Guaicurus, que dá acesso a BR-262 o que facilita o transporte da madeira, com notas fiscais como sendo provenientes da Bolívia, ou seja, produto de importação.



agora é fácil entender porque ALGUNS índios querem a ampliação e demarcação de suas terras.
 
Alex André de Souza em 29/09/2015 07:50:30
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions