ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEGUNDA  18    CAMPO GRANDE 21º

Cidades

Incêndio destruiu marcenaria no bairro Coronel Antonino e o dono sumiu

Por Renata Volpe Haddad e Antonio Marques | 07/06/2015 15:27
Incêndio começou por volta das 14h e demorou mais de uma hora para ser controlado. (Foto: Marcos Ermínio)
Incêndio começou por volta das 14h e demorou mais de uma hora para ser controlado. (Foto: Marcos Ermínio)

Incêndio em uma marcenaria na rua Santa Catarina, no bairro Coronel Antonino, mobilizou cerca de 20 Bombeiros e cinco viaturas, sendo três caminhões tanques. Eles trabalharam mais de uma hora para controlar o fogo e reduzir a fumaça no local.

O marceneiro Fernando Maidano Furtado, de aproximadamente 45 anos, que também reside no local, não estava presente no momento em que pegou fogo. Até o final da tarde o proprietário ainda não havia sido localizado. Testemunhas chegaram a dizer que ele poderia estar em uma chácara na zona rural.

No mesmo terreno funcionava a marcenaria, que ficou completamente destruída, e casa de Fernando Furtado na parte da frente,que não foi atingida pelas chamas. O capitão dos bombeiros Marçola chegou a falar que faria uma busca no rescaldo do incêndio para saber se havia alguém embaixo do telhado. Mas só havia restos de madeiramento e maquinários que foram queimados.

Os bombeiros não souberam informar o motivo do incêndio. A madeira e produtos de inflamáveis da marcenaria contribuiram para o fogo destruir o imóvel. O sapateiro, Léo Pires Cristal, que mora em frente ao local, foi o primeiro a perceber o fogo e chamou os Bombeiros. Ele estranhou o fato de o portão de elevação estar aberto. “Fui olhar e vi as chamas. Como o portão estava aberto e seu Fernando não estava no local chamei os Bombeiros. O estranho é que o portão nunca fica aberto”, informou.

Dono da marcenaria não foi localizado até o final do trabalho dos Bombeiros. Vizinhos informaram que o portão de elevação estava aberto. (Foto: Marcos Ermínio)
Dono da marcenaria não foi localizado até o final do trabalho dos Bombeiros. Vizinhos informaram que o portão de elevação estava aberto. (Foto: Marcos Ermínio)
Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário