A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

30/09/2011 11:10

Incra conclui controle de erosão e recompõe reserva em assentamentos

Edmir Conceição

O Incra no Mato Grosso do Sul concluiu, nesta última semana de setembro, o terraceamento de 732 hectares do assentamento Sucesso, localizado no município de Nova Alvorada do Sul(MS), parte do Território da Cidadania Grande Dourados. Com a medida, 638 hectares estão prontos para o cultivo de hortigranjeiros e 94 hectares estão reservados para a recomposição da reserva legal do assentamento.

A intervenção realizada no Projeto de Assentamento (PA) Sucesso faz parte de uma série de ações para a regularização da questão ambiental da Reforma Agrária no Mato Grosso do Sul. As etapas do processo são: licenciamento ambiental; manejo de recursos naturais; e educação ambiental. As ações são desenvolvidas de forma integrada, por equipe multidisciplinar formada por profissionais das áreas de agronomia, engenharia florestal e biologia.

O superintendente do Incra/MS, Celso Cestari, ressalta que quando o Incra adquire uma propriedade, esta dificilmente não se encontra com suas obrigações ambientais regularizadas. Para ele, muitas vezes são encontradas voçorocas (erosão de encostas causada por chuvas), má conservação de matas ciliares, área de reserva legal menor que o previsto em lei e até mesmo a inexistência desse tipo de reserva.

Terraceamento - O terraceamento é uma técnica de controle da erosão do solo por meio de rampas niveladas utilizada em regiões com terrenos irregulares, com solos sujeitos a erosão e regiões com incidência de chuvas torrenciais. A medida aumenta a produtividade agrícola e auxilia também na recomposição da vegetação nativa, reduzindo as perdas de solo e de água causada por chuvas e rios.

De acordo com o Incra/MS, entre 2009 e 2012 esão sendo investidos R$2,3 milhões em um conjunto de ações para a regularização das reservas ambientais no estado. Em Nova Alvorada do Sul, a etapa de terraceamento contempla também os PAs Bebedouro (350ha) e no Pana (538 ha).

O superintendente do Incra/MS destaca a amplitude do trabalho nos assentamentos do estado. “Só nos assentamentos Itamarati, o Incra/MS está investindo em torno de R$ 412 mil na aquisição de 400 mil mudas de árvores nativas e exóticas, materiais para construção de cercas, combustíveis e lubrificantes para recuperar 480 hectares de áreas destinadas à reserva legal. Outros 340 hectares estão sendo recuperados por regeneração espontânea”, afirma Cestari.

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...
Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions