ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUARTA  28    CAMPO GRANDE 28º

Cidades

Índio ferido diz que Polícia Militar chegou atirando

Por Redação | 20/10/2009 17:59

Ferido no ombro esquerdo em um conflito com a PM nesta terça-feira, o índio Alegarde Alcântara, de 23 anos, disse ao site Buriti News que os policiais entraram na fazenda 3R atirando. A propriedade invadida fica em Sidrolândia (68 km de Campo Grande).

Alegarde foi atendido no Hospital Cristo Rei, em Dois Irmãos do Buriti (105 km de Campo Grande).

Os índios da etnia Terena da aldeia Buriti haviam invadido a fazenda pouco depois de outro grupo ter se retirado do local, após negociação feita ontem com produtores na Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul), em Campo Grande.

Três fazendas estão invadidas em Sidrolândia por índios da aldeia Buriti: Cambará, Querência São José e 3R. O ex-superintendente da Funai em Campo Grande, Jorge das Neves, foi ao local de conflito para buscar uma solução pacífica.

Outra versão - O secretário Wantuir Jacini (Segurança Pública) conta uma história bem diferente. Ele afirma que os policiais militares estava visitando os proprietários rurais com o objetivo de tranquilizá-los e quando iriam deixar a fazenda foram cercados pelos índios, que exigiram as armas e viaturas.

Ainda conforme Jacini, os policiais se viram obrigados a reagir com gás lacrimogêneo e atirando balas de borracha contra os índios. Ele afirma que não foram usadas munições "reais".

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário