A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 17 de Agosto de 2018

27/10/2010 15:43

Inquérito vai apurar quem provocou acidente com viatura

Redação

Um inquérito da 1ª Delegacia de Polícia Civil de Campo Grande vai apurar de quem foi a responsabilidade pelo acidente que envolveu a viatura da corporação em que eram transportados, nesta manhã, Ireneu Maciel, de 37 anos, e o cunhado dele, Valdemir Valsan, 43 anos, presos sob acusação de envolvimento no assassinato do presidente da Câmara de Vereadores de Alcinópolis, ocorrido ontem, na avenida Afonso Pena.

O assessor de imprensa da Corporação, Jefferson Lupe, afirmou que não há indícios de que possa ter sido um acidente provocado. Segundo ele, em casos desse tipo, de interceptação de veículos que levam presos, costumam acontecer tentativas de assassinato.

O acidente - O veículo da Polícia Civil seguia pela Avenida Ernesto Geisel, sentido bairro-centro, quando houve a colisão com um Siena, que trafegava na Avenida Afonso Pena. O carro era dirigido por Roberto Fragnan, que não quis conversar com os jornalistas na hora do acidente.

Na Ciptran (Companhia Independente de Policiamento de Trânsito), o boletim de ocorrências ainda não havia sido entregue na seção responsável.

Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil, o inquérito será para apurar o responsável pelas lesões corporais sofridas por Ireneu e e Valdemir, e por três policiais que estavam na viatura. Todos foram levados para a Santa Casa de Campo Grande.

Também vai ser apurado o dano ao patrimônio público, por causa dos estragos no veículo policial.

O camburão estava com a sirene ligada e o motorista passava no sinal amarelo, segundo informado na hora do acidente.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions