A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 25 de Agosto de 2019

08/02/2019 07:58

"Chamou minha filha de vagabunda", alega padrasto que matou enteado

Autor não gostou do xingamento, os dois brigaram e ele matou o enteado a facada no dia 3 deste mês

Bruna Pasche
Maurício foi preso na Capital dias depois de matar o enteado em Aquidauana e foi transferido para a cidade. (Foto: Divulgação)Maurício foi preso na Capital dias depois de matar o enteado em Aquidauana e foi transferido para a cidade. (Foto: Divulgação)

Maurício Marques, de 65 anos, preso na última quarta-feira (6) em Campo Grande, por matar o enteado Manoel Roja de Lima, 19 anos, em 27 de janeiro, no Bairro Nova Aquidauana, em Aquidauana – a 135 km de Campo Grande, confessou o crime e disse que matou o jovem porque ele disse que sua filha era vagabunda.

Conforme informações do site O Pantaneiro, o autor contou ainda em seu depoimento na Capital, que estavam fazendo um churrasco na casa da mãe de Manoel com quem ele morava há cerca de um ano, junto com a vítima, a filha de Maurício e mais um casal de amigos da família.

A filha que é casada e teria brigado com o marido, saiu com o casal a procura do companheiro e os dois, vítima e autor continuaram bebendo no local. A discussão entre os dois começou depois que Manoel chamou a filha de Maurício de vagabunda.

Segundo o autor, a vítima esfregou um boné em sua cara e chutou suas costelas, momento que ele pegou uma faca de açougueiro que usava no churrasco, com lâmina de 30 cm e golpeou o rapaz no tórax. À polícia, Maurício disse ainda que a vítima era violenta e agressiva principalmente com a mãe.

A mãe do rapaz também foi ouvida e confirmou a versão do marido de que Manoel teria xingado a enteada e que era agressivo. A mulher disse ainda que duas netas uma de sete e outra de 9 anos presenciaram o crime e que a última palavra do filho, foi mãe.

Caso - Manoel Roja de Lima foi assassinado com uma facada no tórax na casa em que morava no Bairro Nova Aquidauana. Segundo o boletim de ocorrência, a mãe do rapaz contou à polícia que ele e o padrasto estavam bebendo durante um churrasco de família quando começaram a discutir.

Ao ouvir a briga, a mulher foi até a varanda e encontrou Manoel caído, já ferido. Conforme a polícia, Maurício deu um golpe no tórax do enteado e fugiu deixando a faca de açougueiro com a lâmina de cerca de 30 centímetros, em cima da mesa. O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas quando chegou ao local a vítima já estava morta.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions