A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 15 de Outubro de 2019

27/09/2019 08:53

“Mata, mata”, pedem presos rivais a policiais que impediram fuga em massa

Vídeo gravado com celular de dentro da cela mostra presos do PCC escalando muralha da Penitenciária de Dourados

Helio de Freitas, de Dourados
Presos rendidos após plano de fuga ser descoberto ontem à noite na PED (Foto: Direto das Ruas)Presos rendidos após plano de fuga ser descoberto ontem à noite na PED (Foto: Direto das Ruas)

Vídeo de 3 minutos e 44 segundos, gravado com celular por detento de dentro da cela, mostra a tentativa de fuga em massa na noite de ontem (26) na PED (Penitenciária Estadual de Dourados). Oito foram recapturados e Ronivaldo Pires Ferreira, 37, conseguiu.

Gravadas por rivais dos presos que tentavam fugir do raio II, onde ficam detentos da facção PCC (Primeiro Comando da Capital), as imagens mostram os detentos correndo no pátio e escalando a muralha com a ajuda de uma corta artesanal feita com lençóis.

Os presos que estavam na cela de onde foi gravado o vídeo começaram a bater nas grades, gritar e xingar os detentos em fuga, para alertar os agentes penitenciários e policiais militares que ficam nas torres de vigilância. Ontem à noite o Campo Grande News obteve informação que apenas uma das quatro torres estava vigiada, por falta de efetivo. A PM ainda não se manifestou.

Quando a fuga é descoberta e os policiais da vigilância externa começam a disparar tiros, a gritaria aumenta, como mostra o vídeo abaixo. “Vai morrer”, grita um dos presos. “Mata, mata”, pede outro no momento em que os agentes penitenciários correm em direção aos detentos. O vídeo circulou na madrugada desta sexta-feira em grupos do aplicativo WhatsApp.

A Polícia Civil investiga a fuga. Até agora não há pistas do preso que conseguiu pular a muralha. Em 2002, Ronivaldo já tinha sido resgatado por comparsas da cadeira de Assis Chateaubriand (PR). Naquela fuga, um policial militar de 56 anos foi morto. Ex-morador de Mundo Novo, Ronivaldo cumpre pena por tráfico, associação para o tráfico e porte ilegal de arma.

A Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) ainda não se manifestou sobre a fuga ocorrida ontem na PED, presídio mais superlotado de Mato Grosso do Sul, onde estão encarcerados pelo menos 2.600 homens.

Veja abaixo o vídeo gravado pelos presos:



Interessante!!!!!!
A matéria diz que não tem policiais para vigiar o presídio.
Mas, tem policiais de sobra pra ficar dias parados, cuidando de terras de fazendeiros e banqueiros na região de Aquidauana.
Alguém explica isso???
 
Critico em 27/09/2019 10:16:52
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions