A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 14 de Outubro de 2019

26/03/2019 15:24

Aeroporto com criadouros de mosquito e mato é alvo de investigação

Inquérito civil foi instaurado hoje pelo Ministério Público para apurar falta de condições adequadas no aeroporto de Dourados

Helio de Freitas, de Dourados
Aeroporto de Dourados virou alvo de investigação por mato em volta da pista e criadouros de mosquito (Foto: Divulgação)Aeroporto de Dourados virou alvo de investigação por mato em volta da pista e criadouros de mosquito (Foto: Divulgação)

A falta de manutenção no aeroporto municipal de Dourados, a 233 km de Campo Grande, virou alvo de um inquérito civil instaurado pelo Ministério Público. O procedimento investiga existência de água acumulada servindo de criadouros de insetos e matagal cercando a pista do aeroporto da segunda mais importante cidade de Mato Grosso do Sul.

O inquérito foi instaurado pelo promotor Eteocles Brito Mendonça Dias Júnior após denúncia anônima à ouvidoria do órgão fiscalizador relatando grande quantidade de pernilongos no aeroporto que tem voos diários da Azul Linhas Aéreas ligando Dourados a Campinas (SP).

A denúncia informou “situação insustentável” na sala de embarque devido à grande quantidade de mosquitos. Em média, cinco mil passageiros de voos comerciais passam pelo aeroporto todos os meses.

A investigação preliminar começou em janeiro deste ano. Cobrado pelo MP, o CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) fez vistoria no aeroporto e constatou que a tampa de cisterna estava quebrada e havia mato alto nos arredores, inclusive na galeria de escoamento de água pluvial. Para conter eventual proliferação do mosquito Aedes aegypti, que transmite a dengue, o CCZ fez o bloqueio químico com o uso de inseticida.

O Ministério Público investiga o motivo da falta de manutenção periódica no aeroporto por parte da prefeitura. De acordo com os documentos, a roçada do mato na lateral da pista – considerado o serviço mais sensível – deveria ser feita pelo menos a cada 15 dias, mas só ocorre em situações esporádicas.

Já a limpeza da vala de drenagem, também considerada de extrema importância para evitar acúmulo de água na pista e aquaplanagem dos aviões, deveria ocorrer pelo menos uma vez por mês, mas tem sido feita com pouca frequência, geralmente em véspera de inspeção da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil).

No dia 21 deste mês, o MP comunicou a prefeita Délia Razuk (PR) sobre a abertura do inquérito civil e deu prazo de dez dias para apresentar defesa. No mesmo dia, a Procuradoria Geral do Município pediu dilatação do prazo para 30 dias. A administração do aeroporto informou que os problemas apontados pelo MP já foram resolvidos. A manutenção é de responsabilidade da Secretaria de Serviços Urbanos.

Ampliação – O inquérito civil menciona ainda que a pista do aeroporto de Dourados é muito antiga e depende de ampliação para poder receber aeronaves maiores. Atualmente apenas aeronaves modelo ATR 72 (turbo hélice) estão aptas a pousar em Dourados.

Desde 2017 está em andamento um projeto de reconstrução do aeroporto local. Orçado em R$ 49 milhões, o projeto é tocado pelo 9º Batalhão de Engenharia de Combate do Exército, que concluiu a licitação em fevereiro deste ano.

Recentemente, o coronel Maurício Magnus Sampaio, chefe do Estado Maior da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, informou que do valor inicialmente previstos, R$ 4,2 milhões já foram aplicados na aquisição de equipamentos de engenharia que serão utilizados na obra, com previsão de ser concluída em 2020, mas que ainda não tem data para começar.

Preso em flagrante por tentativa de homicídio disse que revidou tapa no rosto
Policiais militares de Mundo Novo –a 476 km de Campo Grande– prenderam em flagrante um homem de 68 anos que confessou ter esfaqueado outro, de 47, al...
Populares encontram homem esfaqueado e desorientado caído em rua da Vila Bela
Equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) de Coxim –a 260 km de Campo Grande– socorreu no início da noite deste domingo (13) um homem...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions