A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 17 de Agosto de 2019

19/11/2018 08:31

Afetada por temporal, escola fica sem energia e dispensa alunos

Escola da Rede Municipal de Ensino localizada na área central está sem energia; temporal derrubou 30 árvores e destelhou 16 casas

Helio de Freitas, de Dourados
Bombeiros cortam árvore que caiu sobre carro na área central de Dourados (Foto: Osvaldo Duarte)Bombeiros cortam árvore que caiu sobre carro na área central de Dourados (Foto: Osvaldo Duarte)

Sem energia elétrica por causa do temporal de ontem (18), a Escola Municipal Joaquim Murtinho, uma das mais antigas da cidade, dispensou os alunos na manhã desta segunda-feira em Dourados, a 233 km de Campo Grande.

Ao Campo Grande News, a diretora da escola, Jailsa Ramos dos Santos Marques, disse que uma árvore caiu sobre os fios perto da escola e todo o quarteirão está sem energia elétrica. A escola fica na Rua Onofre Pereira de Matos, entre as ruas Presidente Vargas e João Cândido Câmara.

“Comunicamos a Secretaria de Educação e estamos esperando providências para restabelecer a energia”, afirmou a diretora. Segundo ela, se o fornecimento de energia for restabelecido ainda nesta manhã, haverá aula à tarde e os pais serão comunicados.

A escola mantém grupos de WhatsApp para se comunicar com os pais. Foi através desse aplicativo que os alunos foram avisados nesta manhã sobre a suspensão das aulas.

Em toda a cidade ainda tem muitas folhas e galhos espalhados. Pelo menos 30 árvores caíram por volta de 13h40 de ontem durante o temporal com ventos de 39 quilômetros por hora, segundo o Guia Clima da Embrapa Agropecuária Oeste.

Carros foram atingidos pelos galhos e várias ruas ficaram interditadas. Arrancadas pela raiz, as árvores também atingiram residências e a praça de alimentação da Feira Livre, no Jardim São Pedro, região sul da cidade.

Os mais afetados foram os fios de energia elétrica, de internet e de telefone. Vários bairros ficaram sem energia do início da tarde até o começo da noite deste domingo.

Nos bairros Estrela Porã e Esplanada, pelo menos 16 casas foram destelhadas, segundo o coordenador da Defesa Civil municipal, Ademir Martins. As famílias receberam lona para cobrir as casas até a instalação de novas telhas.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions