ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, QUINTA  30    CAMPO GRANDE 21º

Interior

Alunos são suspensos após ato racista contra inspetor

Pais foram chamados, Conselho Tutelar acionado e estudantes terão atividades de conscientização

Por Mirian Machado | 25/05/2022 18:11
Colégio tomou providências sobre ato racista de estudantes contra inspetor. (Foto: Google)
Colégio tomou providências sobre ato racista de estudantes contra inspetor. (Foto: Google)

Como forma de conscientização após ato racista de dois alunos contra um inspetor do colégio Elite Rede de Ensino de Três Lagoas, a 327 km de Campo Grande, a dupla deverá desenvolver um trabalho sobre a temática antirracista, que deverá ser apresentado para a escola.

Os alunos fizeram som de um macaco quando Pedro Henrique Tiago dos Santos, de 28 anos, entrou na sala de aula. O inspetor se ofendeu, avisou a coordenação e registrou boletim de ocorrência na delegacia de Polícia civil.

Após o fato, a coordenação acionou o Conselho Tutelar e os pais dos adolescentes. Os alunos, que estudam o 7° ano, foram suspensos e para conscientizá-los sobre o que fizeram, ambos terão que desenvolver um trabalho sobre o tema antirracista, que deverá ser apresentado na escola, além de serem acompanhados pelo setor pedagógico.

A escola informou que condena qualquer atitude discriminatória conta funcionários, alunos ou familiares e que segue colaborando com as autoridades e atendendo colaboradores, familiares e alunos.

“Reiteramos que repudiamos qualquer tipo de atitude discriminatória, que impliquem em constrangimento, discriminação ou desrespeito a quaisquer membros da comunidade escolar. Posturas como essas ferem os valores do Elite e não podem ser aceitas em hipótese algum”a, diz a nota.

Nos siga no Google Notícias