ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, TERÇA  26    CAMPO GRANDE 21º

Interior

Apenas 60% dos inscritos no Enem participam da segunda prova em MS

Por Renata Volpe Haddad | 05/12/2016 08:15
Alunos iniciaram protestos na UEMS no dia 29 de outubro e por ordem judicial, deixaram o local em 10 de novembro. (Foto: Marcos Ermínio)
Alunos iniciaram protestos na UEMS no dia 29 de outubro e por ordem judicial, deixaram o local em 10 de novembro. (Foto: Marcos Ermínio)

Dos 488 inscritos para participar do segundo Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) em Paranaíba - distante 422 km de Campo Grande, apenas 296 estudantes realizaram a prova. O total de ausentes foi de 192 alunos, abstenção de 39,3%, conforme o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais).

As provas foram aplicadas na escola estadual José Garcia Leal, localizada no centro da cidade. O local foi alterado pelo Inep, após a invasão da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), por alunos que protestavam contra a PEC 55, e as novas reformas no ensino médio e limite de gastos públicos, propostas pelo presidente Michel Temer (PMDB).

A primeira aplicação do Enem foi realizada nos dias 5 e 6 de novembro e os alunos da UEMS, ocuparam o local no dia 29 de outubro. Após 12 dias, em 10 de outubro, por ordem judicial, os alunos desocuparam a universidade.

Paranaíba foi a única cidade de Mato Grosso do Sul onde teve a data da prova alterada.

Senado - No dia 30 de novembro, os senadores aprovaram em primeiro turno, a Proposta de Emenda à Constituição 55, que estabelece um limite para os gastos públicos pelos próximos 20 anos. A PEC ainda precisa ser analisada em segundo turno, previsto para 13 de dezembro.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário