ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, DOMINGO  26    CAMPO GRANDE 15º

Interior

Assinado acordo para construção da 1ª Casa da Mulher Brasileira do interior

União, Estado, TJMS, MP, Defensoria e município de Dourados assinam documento, publicado hoje

Por Helio de Freitas, de Dourados | 26/01/2024 09:45
Prefeito Alan Guedes e Geraldo Resende com a ministra Cida Gonçalves, para tratar da obra (Foto: Divulgação)
Prefeito Alan Guedes e Geraldo Resende com a ministra Cida Gonçalves, para tratar da obra (Foto: Divulgação)

A concretização da primeira Casa da Mulher Brasileira no interior de Mato Grosso do Sul deu mais um passo com a assinatura do Termo de Adesão ao Acordo de Cooperação Técnica, publicado nesta sexta-feira (26) no Diário Oficial da União. A unidade será construída em Dourados, segunda maior cidade de MS localizada a 251 km de Campo Grande.

O documento oficializa a cooperação técnica entre os governos federal e estadual e o município de Dourados para implantação e funcionamento da Casa da Mulher Brasileira. Com a assinatura, o município passa a integrar oficialmente o projeto federal.

Assinaram o termo de cooperação o ministro da Justiça Flávio Dino, a ministra das Mulheres Aparecida Gonçalves, o governador Eduardo Riedel, o presidente do Tribunal de Justiça de MS Sérgio Fernandes Martins, o procurador-geral de Justiça Alexandre Magno Benites de Lacerda, o defensor público-geral de MS Pedro Paulo Gasparini e o prefeito de Dourados Alan Guedes.

De acordo com a prefeitura, o primeiro aporte de recursos para construção do prédio já está garantido, mas o valor ainda não é suficiente.

Em 2022, a então deputada federal Rose Modesto e a senadora Soraya Thronicke (União Brasil) apresentaram emendas de R$ 1,6 milhão para a obra, montante que já está no caixa do município. Entretanto, estudo da Secretaria Municipal de Obras Públicas apontou que o valor para tirar o projeto do papel seria de R$ 3 milhões a R$ 4 milhões.

Unidade da Casa da Mulher Brasileira em Campo Grande (Foto: Alex Machado)
Unidade da Casa da Mulher Brasileira em Campo Grande (Foto: Alex Machado)

Em março do ano passado, o prefeito esteve com integrantes da bancada federal em Brasília e pediu apoio ao projeto. Três meses depois, Alan se encontrou em Campo Grande com a ministra Cida Gonçalves e com o deputado federal Geraldo Resende (PSDB) e reafirmou o pedido.

A ministra se comprometeu em apoiar a implantação imediata do projeto e o deputado prometeu intermediar a liberação de mais R$ 17 milhões do governo federal para a execução da obra. Depois de pronta, a Casa será equipada pela prefeitura.

De acordo com a assessoria do prefeito, a intenção é construir a Casa da Mulher Brasileira de Dourados no mesmo padrão da Capital, que agrega espaços e serviços necessários para atendimento de vítimas de violência doméstica e outros crimes contra mulheres. A unidade será instalada na região norte da cidade, no acesso à Missão Evangélica Caiuá, perto da reserva indígena.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas  redes sociais.

Nos siga no Google Notícias