ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, QUINTA  21    CAMPO GRANDE 21º

Interior

Até adolescente de 13 anos vira pistoleiro em região dominada pelo crime

Garoto foi preso hoje junto outros três suspeitos de execução em Capitán Bado

Por Helio de Freitas, de Dourados | 30/11/2020 09:52
Policiais com três dos quatro presos hoje em Capitán Bado (Foto: Divulgação)
Policiais com três dos quatro presos hoje em Capitán Bado (Foto: Divulgação)

As quadrilhas em guerra pelo controle do crime organizado na fronteira do Paraguai com Mato Grosso do Sul não escolhem idade na hora de recrutar seus “soldados”.

Na madrugada desta segunda-feira (30), um adolescente de 13 anos foi preso acusado de crime de pistolagem em Capitán Bado, cidade vizinha de Coronel Sapucaia (MS), a 400 km de Campo Grande.

Ele estava com outros dois jovens de 16 anos e um adulto, todos paraguaios, acusados pela execução de Anderson Gustavo Lopez Ramirez, 20, na noite deste domingo (29). O rapaz seguia em um Ford Ka com placa de Várzea Grande (MT) quando foi perseguido pelos ocupantes de uma caminhonete branca e morto a tiros de pistola.

De acordo com a Polícia Nacional, o menino de 13 anos foi detido junto com Eder Rafael Escurra Espinola, 23, e com os outros dois adolescentes. Os policiais apreenderam com o grupo uma pistola 9 milímetros Glock, de procedência americana carregada com dez cartuchos intactos.

Eder e os adolescentes estavam em uma caminhonete Toyota Forturner com placa do Paraguai quando foram vistos pelos policiais.

Como veículo era semelhante ao usado pelos pistoleiros no crime de ontem à noite, os policiais tentaram fazer a abordagem, mas o condutor fugiu. Após algumas quadras de perseguição, a Toyota foi cercada e os ocupantes presos.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário