A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 26 de Fevereiro de 2017

29/01/2015 09:19

Batalhão de Choque cumpre reintegração e retira sem-terra de usina

Viviane Oliveira
Sem-terra estão no local desde o dia 5 deste mês. (Foto: Marcos Tomé/Região News) Sem-terra estão no local desde o dia 5 deste mês. (Foto: Marcos Tomé/Região News)

O Batalhão de Choque cumpre desde às 6h de hoje reintegração de posse para retirar cerca de 140 famílias sem-terra que estão acampadas desde o dia 10 em em duas propriedades localizadas na antiga Usina Santa Olinda, na região de Quebra Coco, em Sidrolândia, distante 71 quilômetros de Campo Grande.

Os policiais estão cumprindo a decisão do juiz da 2ª Vara da Comarca de Sidrolândia, Fernando Moreira da Silva, que concedeu a liminar de reintegração de posse no último dia 15. Os movimentos sociais reivindicam a transformação em assentamento dos quase 89 mil hectares onde está instalada a usina, fechada desde junho de 2013.

De acordo com o site Região News, o juiz acatou o pedido de liminar apresentado pelos advogados da Jotapar Participações Ltda, razão social da empresa controladora da Usina Santa Olinda. A empresa arrendou no ano passado 4 mil hectares para produtores cultivarem soja e milho.

A assessoria de imprensa do MST (Movimento dos Trabalhadores Sem Terra) informou que o movimento não foi notificado sobre a reintegração de posse e as famílias não têm para onde ir. 

MST ocupa usina falida e exige desapropriação de 9 mil hectares
Cerca de 100 famílias do MST (Movimento Sem Terra) ocupam, desde a madrugada deste sábado (10), área da usina Jotapar em Sidrolândia, a 71 km de Camp...
Homem é preso por comércio ilegal e 216 kg de pescado são apreendidos
Equipes da PMA (Polícia Militar Ambiental) e Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) prenderam em Anastácio - cidade localizada a 1...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions