A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 14 de Novembro de 2018

08/11/2018 08:46

BB só volta a operar em uma semana na cidade atacada por bandidos

Enquanto isso agências vizinhas devem atender clientes com procedimentos urgentes

Danielle Valentim
Parte de dinheiro ainda está embaixo de destroços da laje. (Foto: ChapadenseNews)Parte de dinheiro ainda está embaixo de destroços da laje. (Foto: ChapadenseNews)

A agência do Banco do Brasil de Chapadão do Sul, a 321 km de Campo Grande, um das duas unidades bancárias atacadas nos moldes do “Novo Cangaço”, na madrugada desta quarta-feira (7), deve retomar o atendimento normal em pelo menos uma semana. Equipe de engenharia faz levantamentos no prédio, onde parte da laje desabou. As informações foram confirmadas pelo prefeito de Chapadão do Sul, João Carlos Krug.

Equipe de técnicos e engenheiros trabalha para a liberação dos caixas eletrônicos. No entanto, os serviços da agência devem ser transferidos para um novo local. Ao Campo Grande News, Krug, que está com agenda em Campo Grande, disse que funcionários devem atender em um novo local. “Enquanto o atendimento não se normaliza, agências vizinhas, como a de Costa Rica, devem dar suporte aos clientes do banco. Os funcionários também devem adaptar um novo local para atender”, disse o prefeito.

Diferente da ação no Banco do Brasil, na agência da Caixa Econômica Federal, os bandidos não estouraram o cofre, mas arrombaram os caixas eletrônicos. No local, apesar das janelas quebradas, a estrutura do prédio não foi danificada. O volume de dinheiro levado dos bancos, ainda não foi divulgado, porque parte, ainda, não foi removida dos destroços da laje, no Banco do Brasil.

Ataque - Quadrilha fortemente armada explodiu os caixas eletrônicos e cofre de duas agências bancárias e duas lojas durante a madrugada desta quarta-feira (7). Os alvos foram a CEF (Caixa Econômica Federal) localizada na Avenida Seis com a Rua Nove e do Banco do Brasil, na Avenida Onze, no Centro. As duas agências ficam cerca de 250 metros uma da outra. O valor levado ainda não foi informado.

Tiros foram disparados pelos bandidos em vários pontos das cidades, inclusive, próximo ao posto da Policia Militar para dificultar a saída dos policiais. Os bandidos tinham a informação que os cofres estavam abastecidos, pois no dia 7 de novembro seria o dia de pagamento dos funcionários que estão construindo duas PCHs (Pequenas Centrais Hidrelétricas) na cidade e também das usinas sucroalcooleiras da região.

No Banco do Brasil, foi explodido o cofre principal e um caixa eletrônico. Já na Caixa Econômica, todos os caixas da frente foram explodidos. Lojas ao lado do Banco do Brasil também foram alvos dos tiros. Os bandidos levaram roupas e vários óculos de uma ótica.

Nas calçadas e nas ruas foram encontrados vários cartuchos deflagrados de pistola 9 milímetros e de fuzis. Testemunhas contaram que viram duas caminhonetes Toyota Hilux prata em frente à Caixa Econômica e uma camionete S-10 e um carro pequeno próximo ao Banco do Brasil. Com a explosão, a estrutura do prédio do Banco do Brasil ficou comprometida e corre risco de desabar.

Policiais de toda região estão em alerta a procura dos bandidos. Vários vídeos das rajadas de tiros e das explosões foram compartilhados nas redes sociais. Equipes do Garras (Delegacia de Repressão a Roubo a Banco, Assalto e Sequestros)de Campo Grande estão indo para o município.

 



Notícia - no mínimo - incompleta.... Caixas eletrônicas voltam a funcionar nesta quinta-feira... http://chapadensenews.com.br/noticia-30462#c1notid30462

 
Cesar Rodrigues em 08/11/2018 12:53:25
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions