A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 23 de Agosto de 2019

14/07/2019 16:49

Brasileira e paraguaio são baleadas por segurança em boate na fronteira

A brasileira não teve ferimentos graves; já o paraguaio está internado no Hospital Regional com morte cerebral

Fernanda Palheta
As câmeras de segurança que filmavam o local flagraram as vítimas e mais uma mulher na entrada da boate tentando levantar uma motocicleta que estava caída (Foto: Reprodução/ Ponta Porã Informa)As câmeras de segurança que filmavam o local flagraram as vítimas e mais uma mulher na entrada da boate tentando levantar uma motocicleta que estava caída (Foto: Reprodução/ Ponta Porã Informa)

A brasileira Jucirley Rodríguez da Costa, de 34 anos, e o paraguaio Óscar Julián Samaniego Ferreira, de 29 anos, foram baleados por um segurança na boate Complejo 98, na madrugada deste domingo (14), em Pedro Juan Caballero, cidade que faz fronteira com Ponta Porã. Os disparos foram feitos com uma pistola calibre 9 milímetros.

A brasileira não teve ferimentos graves e foi liberada, já o paraguaio está internado no Hospital Regional da cidade com morte cerebral.

De acordo com o Porã News, o segurança, também brasileiro, identificado como Dorival Mendonça Arguelho atirou a queima-roupa contra as vítimas. Dois tiros foram disparados contra Óscar, um na cabeça e outro quando a vítima estava caída no chão. Um dos disparos acertou a brasileira Jucirley.

Segundo a Direção de Investigação Criminais de Casos Puníveis da Polícia Nacional do Paraguai em Pedro Juan Caballero, que investiga o caso, as vítimas teriam tentado entrar a força na boate.

As câmeras de segurança que filmavam o local flagraram as vítimas e mais uma mulher na entrada da boate tentando levantar uma motocicleta que estava caída quando o segurança começa a atirar. Ainda segundo o site do interior, o segurança está foragido.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions