A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 19 de Novembro de 2017

17/08/2015 22:21

Câmara acata denúncia do MPE e afasta prefeito por 180 dias

Thiago de Souza
À esquerda prefeito afastado Renato Rosa e à direita novo prefeito Douglas Gomes. (Foto: Arquivo/O Liberdade).  À esquerda prefeito afastado Renato Rosa e à direita novo prefeito Douglas Gomes. (Foto: Arquivo/O Liberdade).

A Câmara Municipal de Bela Vista, atendeu recomendação do MPE (Ministério Público Estadual) e afastou o prefeito Renato Rosa (PSB) por 180 dias, a partir desta segunda-feira (17). O então vice-prefeito, Douglas Rosa Gomes, foi empossado em uma sessão extraordinária e já responde por Bela Vista.  

O Legislativo de Bela Vista recebeu a recomendação em 3 de agosto deste ano. Segundo o presidente da Casa, vereador Valdez Marques, o prefeito afastado é acusado por improbidade administrativa. “As denúncias englobam muita coisa. Tem carnaval superfaturado, tem locação de máquinas públicas para trabalho em propriedade de parentes e amigos e folha de pagamento atrasada em três meses. Engloba muita coisa”, acusou o chefe do legislativo.

O afastamento aconteceu por volta das 20h, desta segunda-feira. Ainda de acordo com o presidente da Câmara, segundo as Constituições Federal e Estadual, assim que o Legistativo acata denúncia do MPE, o prefeito é afastado automaticamente por 180 dias.

O relator da CPI, verador Johnny Basso (DEM) faz coro às declarações do presidente da Câmara e diz que a situação de Bela Vista é crítica. “Tem hospital em greve, tem excesso de contratos de publicidade, e a população está com a auto-estima baixa”, comentou o vereador.

O novo prefeito de Bela Vista, Douglas Rosa Gomes (PP), pediu tempo para analisar a situação da cidade. “Não tenho como falar nada ainda. Eu estava afastado da administração. Preciso saber das coisas e em 48 horas eu posso dar alguma declaração”, relatou o recém empossado prefeito da cidade.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions