ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUARTA  21    CAMPO GRANDE 28º

Interior

Carreta é apreendida com 4,6 toneladas de maconha em meio a carga de soja

motorista do veículo chegou a ser preso, mas conseguiu abrir as algemas e fugiu

Por Geisy Garnes e Helio de Freitas | 18/10/2020 14:09
Fardos de maconha encontrados em meio as sementes de soja (Foto: Adilson Domingos)
Fardos de maconha encontrados em meio as sementes de soja (Foto: Adilson Domingos)

Um caminhão carregado com mais de 4,6 toneladas de maconha foi apreendido na noite deste sábado (17) no cruzamento entre as rodovias BR-463 e MS-379, na região de Dourados - a 233 quilômetros de Campo Grande. O motorista do veículo chegou a ser preso, mas conseguiu abrir as algemas e fugiu.

Conforme o boletim de ocorrência, durante fiscalizações de rotina na BR-463, rodovia conhecida por ser rota do tráfico de drogas em Mato Grosso do Sul, equipes da Polícia Militar Rodoviária abordaram um caminhão bitrem, com placas de Minas Gerais, carregado de soja. O nervosismo do motorista ao ser parado chamou atenção dos policiais, que resolveram vistoriar a carga.

Entre as sementes de soja, foram encontradas grande quantidade de tabletes de maconha. O motorista foi preso em flagrante e confessou ter sido contratado para buscar a droga em Ponta Porã e levar até Embu das Artes, interior paulista. Detalhou que chegou a receber um adiantamento de R$ 8 mil, dinheiro que foi apreendido dentro do veículo.

Como nenhum dos policiais estavam habilitados para dirigir a carreta e não havia compartimento para presos nas viaturas, o suspeito foi convidado a dirigir até o Armazéns Guerra, onde a droga foi pesada. Para isso, foi algemado no volante. Enquanto a carga era contabilizada, "de  alguma forma desconhecida", o motorista se soltou das algemas e fugiu.

Por duas horas, os policiais fizeram buscas pela região, mas não conseguiram encontrar o suspeito, que foi identificado como Leandro Ferreira, de 35 anos. A droga foi retirada da carreta e pesou 4,6 toneladas. Além da maconha e do dinheiro, ainda foram apreendidas uma carteira com mais R$ 328 e um celular. O caso foi entregue a Polícia Civil da cidade e é investigado.

Droga pesou 4,6 toneladas (Foto: Adilson Domingos)
Droga pesou 4,6 toneladas (Foto: Adilson Domingos)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário