A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

14/07/2016 11:38

Carro com maconha capota em perseguição da polícia e 2 são presos

HB20 com placa falsa foi interceptado na BR-463, mas condutor fugiu em alta velocidade e capotou próximo à Embrapa, na BR-163

Helio de Freitas, de Dourados
Carro com meia tonelada de maconha saiu da pista e capotou (Foto: Sidney Bronka/94 FM)Carro com meia tonelada de maconha saiu da pista e capotou (Foto: Sidney Bronka/94 FM)
Um dos presos é atendido por socorrista da CCR MS Via (Foto: Sidney Bronka/94 FM)Um dos presos é atendido por socorrista da CCR MS Via (Foto: Sidney Bronka/94 FM)

Dois homens foram presos na manhã desta quinta-feira (14) em Dourados, a 233 km de Campo Grande, quando tentavam fugir da PRF (Polícia Rodoviária Federal) com pelo menos meia tonelada de maconha. O carro usado para o tráfico, um HB20 branco, possivelmente roubado, saiu da pista e capotou várias vezes.

Caíque da Costa Batista, 19, e Gediel Kennedy Werner Augusto, 26, foram presos em flagrante por tráfico. Os dois moram em Bataguassu.

De acordo com a PRF, a perseguição começou na BR-463, que liga Ponta Porã a Dourados. Perto do trevo de acesso ao aeroporto de Dourados, os policiais tentaram abordar o HB20, mas o condutor não obedeceu à ordem e fugiu em alta velocidade.

Os policiais saíram em perseguição. No Trevo da Bandeira, rotatória que dá acesso ao perímetro urbano de Dourados e à região sul, o condutor entrou na BR-163 e seguiu em alta velocidade em direção a Caarapó.

Próximo ao trevo da Embrapa, o motorista perdeu o controle da direção e saiu da pista. O HB20 capotou várias vezes e os dois ocupantes ficaram tiveram de ser retirados com ajuda da equipe de socorro da concessionária CCR MSVia.

Os dois homens sofreram ferimentos leves e foram levados pelo Samu (Serviço Móvel de Urgência) para o Hospital da Vida. Após serem atendidos, serão encaminhados para a delegacia da Polícia Federal em Dourados, para serem autuados em flagrante por tráfico.

Caíque e Gediel contaram que foram contratados por R$ 5 mil cada um para pegar o carro com a droga no Paraguai, mas não revelaram para onde a carga seria levada.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions