ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEXTA  30    CAMPO GRANDE 21º

Interior

Chapadão terá doses extras de vacina para conter avanço da covid-19

A partir de sexta-feira haverá lockdown de quatro dias no município, que deve durar até 26 de julho

Por Lucia Morel | 21/07/2021 18:10
Vacinas da Janssen. (Foto: Paulo Francis/Arquivo)
Vacinas da Janssen. (Foto: Paulo Francis/Arquivo)

Chapadão do Sul, cidade a 321 Km de Campo Grande,vai receber doses remanescentes da Janssen para conter o avanço da covid-19 no município. Lá, a partir de sexta-feira, 23 de julho, haverá lockdown de quatro dias, que vai durar até 26 de julho. Nem serviços essenciais estão liberados para funcionar. A decisão foi tomada depois de nove óbitos em apenas uma semana decorrentes da doença.

Segundo o secretário estadual de saúde, Geraldo Resende, o Estado está dando todo apoio à decisão do município, apesar da posição contrária da classe empresarial da cidade. Conforme Resende, doses remanescentes da Janssen, não usadas nas 13 cidades da fronteira que fazem parte de estudo, serão encaminhadas a Chapadão.

Além disso, doses de reserva técnica também devem fazer parte de lote de reforço a ser encaminhada para lá, mas ainda não está definido quantas doses ao todo serão distribuídas. A tentativa será de reduzir a transmissão de forma mais célere por lá. “Queremos uma redução do quadro de casos”, ressaltou o secretário.

Outras cidades que também enfrentam ascensão de confirmações de covid-19 apesar da vacinação, também pediram doses extras e segundo Geraldo, “são cidades que destoam do quadro geral que estamos tendo de queda de casos da doença”, disse, citando Costa Rica, Ribas do Rio Pardo e Coxim.

Ele sustentou que o governo está pronto para ajudar todas as cidades que estiverem fora da curva de queda da covid-19 e que a quantidade de doses a mais enviadas será definida depois de análise da SES (Secretaria de Estado de Saúde).

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário