ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUARTA  27    CAMPO GRANDE 28º

Interior

Colheita de maconha no Paraguai explica apreensão recorde em MS

O caminhoneiro Vanderlei Cesar Hermann não tinha passagem pela polícia e foi preso em flagrante por tráfico de drogas

Por Viviane Oliveira | 21/05/2020 11:41
Conforme o superintendente da PRF, Luiz Alexandre Gomes da Silva, as apreensões de maconha aumentaram neste ano em comparação com o mesmo período de 2019 (Foto: Marcos Maluf)
Conforme o superintendente da PRF, Luiz Alexandre Gomes da Silva, as apreensões de maconha aumentaram neste ano em comparação com o mesmo período de 2019 (Foto: Marcos Maluf)

Auge da colheita de maconha no Paraguai explica a apreensão recorde de 28 toneladas e 28 quilos do entorpecente, realizada ontem (20) entre Tacuru e Iguatemi. Historicamente, a partir de abril e maio começa um fluxo maior de droga para o Brasil. Na manhã desta quinta-feira (21), o presidente Jair Messias Bolsonaro (sem partido), usou sua conta no Facebook para elogiar a ação em conjunto das policias federal e rodoviária federal. “Foi a maior apreensão da história do Brasil chegando perto de 30 toneladas”. Assista, abaixo, ao vídeo da apreensão.

Conforme o superintendente da PRF (Polícia Rodoviária Federal), Luiz Alexandre Gomes da Silva, as apreensões de maconha aumentaram neste ano em comparação com o mesmo período de 2019. Porém, o que chama a atenção nesse caso, segundo o superintende, é a quantidade de droga transportada de uma vez só e citou o trabalho em conjunto das policias para o êxito da apreensão. “Foi uma troca de informação com abordagem já direcionada”, explicou.

Delegado Cléo Mazotti durante entrevista nesta manhã na Superitendência da Polícia Federal, na Vila Sobrinho (Foto: Marcos Maluf)
Delegado Cléo Mazotti durante entrevista nesta manhã na Superitendência da Polícia Federal, na Vila Sobrinho (Foto: Marcos Maluf)

Segundo o delegado da Polícia Federal Cléo Mazotti, a Polícia federal fazia diligência na cidade, quando desconfiou do caminheiro hospedado em um hotel de Ponta Porã. A apreensão e o nervosismo do traficante chamaram a atenção da equipe policial que passou a monitorar o suspeito. Já na estrada, na MS-295, por volta das 9h30, o veículo foi abordado pela PRF (Polícia Rodoviária Federal). “Como havia uma grande quantidade de droga, não foi difícil encontrar os primeiros fardos de maconha”, explicou Mazotti.

 Vanderlei Cesar Hermann, 38 anos, trabalhava como caminhoneiro e não tinha passagem pela polícia. Ele passará por audiência de custódia nesta manhã e na sequência deverá ser transferido para um presídio do Estado.  A maconha foi encontrada em meio a uma carga de milho que estava sendo transportada em um caminhão Volvo, zero quilômetro. Indagado, o motorista contou que pegou o caminhão carregado com a droga em Ponta Porã e seguia para São Leopoldo, no Rio Grande do Sul. Pelo transporte receberia R$ 40 mil. A droga será incinerada. O caminhão não é do traficante e a polícia investiga se o dono do veículo tem envolvimento com o caso.

Os policiais destacam que seguem trabalhando e apreendendo quantidades significativas de produtos ilícitos, protegendo a sociedade mesmo durante a pandemia decorrente do novo coronavírus (covid-19).

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário