ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 32º

Interior

Condenado a 19 anos de prisão, marido de vereadora é preso em MS

Jailson Abacherli Ferreira estava foragido há 9 anos e morava em Coronel Sapucaia usando identidade falsa

Por Helio de Freitas, de Dourados | 05/12/2023 17:18
Justiça Federal em Ponta Porã, que decretou prisão de foragido, agora por uso de documento falso (Foto: Direto das Ruas)
Justiça Federal em Ponta Porã, que decretou prisão de foragido, agora por uso de documento falso (Foto: Direto das Ruas)

Condenado a 19 anos de prisão por tráfico de drogas, organização criminosa e comércio de armas, Jailson Abacherli Ferreira, 54, foi preso pela Polícia Federal na fronteira de Mato Grosso do Sul com o Paraguai. O Campo Grande News apurou que a prisão ocorreu domingo (3) em Ponta Porã, a 313 km da Capital, mas não foi divulgada à imprensa.

Jailson é marido da vereadora de Coronel Sapucaia Sebastiana Rodrigues Minho (PSDB). Segundo apurado pela reportagem, ele estava foragido há 9 anos e vivia em Mato Grosso do Sul usando identidade falsa em nome de Mario Pereira. Até mesmo para a companheira ele teria se apresentado com nome falso, segundo informações da Justiça Federal.

Natural de Terra Rica (PR), Jailson foi condenado em 2014 pela Justiça de Araquari (SC). A pena imposta a ele foi de 19 anos, 9 meses e 20 dias de reclusão em regime fechado e 701 dias-multa por tráfico interestadual de drogas, comércio ilegal de arma de fogo e organização criminosa. Entretanto, nunca foi encontrado para cumprir a pena.

No domingo, policiais da delegacia da PF em Ponta Porã localizaram Jailson na cidade. Na abordagem, ele apresentou carteira de identidade em nome de Mario Pereira. Por isso, além de cumprir o mandado expedido pela Justiça catarinense, a PF o prendeu em flagrante por uso de documento falso.

Durante audiência de custódia, ontem, na Justiça Federal em Ponta Porã, o juiz Ricardo Duarte Ferreira Figueira homologou o flagrante por uso de documento falso e por esse crime decretou a prisão preventiva de Jailson Abacherli Ferreira.

O magistrado também decretou a quebra de sigilo do celular apreendido com Jailson, que segue recolhido no setor de custódia da delegacia da PF em Ponta Porã. O Campo Grande News falou com a vereadora Sebastiana Minho, mas ela não quis comentar sobre o caso. Disse que só vai se manifestar se alguma informação divulgada não retratar a verdade.

Receba as principais notícias do Estado pelo WhatsApp. Clique aqui para entrar na lista VIP do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias