A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 16 de Agosto de 2018

02/08/2016 08:09

Construção na margem de rio gera multa de R$ 10 mil por crime ambiental

Casa de palafita de 140 metros quadrados estava em fase de acabamento, a sete metros da margem do Rio Ivinhema

Helio de Freitas, de Dourados
Casa de palafita na margem de rio estava quase pronta (Foto: Divulgação)Casa de palafita na margem de rio estava quase pronta (Foto: Divulgação)

Um morador de Ivinhema, a 282 km de Campo Grande, foi multado em R$ 10 mil e vai perder todo o investimento que fez para construir uma casa em palafita, sem autorização ambiental, na margem do Rio Ivinhema. A atuação foi feita ontem (1º) pela PMA (Polícia Militar Ambiental).

A multa foi aplicada por policiais ambientais de Batayporã durante fiscalização fluvial no Rio Ivinhema. A casa estava sendo construída dentro da área de preservação permanente.

Segundo a PMA, o proprietário da área construía a residência de 140 metros quadrados em tábuas e alvenaria, já em fase de acabamento, a sete metros da margem do rio.

Para a obra ser feita, matas ciliares foram destruídas e parte da margem do curso d’água foi degradada. Conforme os policiais, no local deveriam ser deixados cem metros preservação permanente de matas ciliares.

A construção foi interditada e o proprietário terá de remover a obra ilegal e fazer a recuperação da área degradada. O homem de 60 anos de idade mora na cidade de Ivinhema. Além da multa, ele responderá por crime ambiental e se for condenado pode pegar até três anos de detenção.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions