A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 22 de Outubro de 2017

18/01/2015 09:56

Corpo de Bombeiros alerta para o perigo de incêndios durante o verão

Priscilla Peres
(Foto: Anderson Gallo/Diário Corumbaense)(Foto: Anderson Gallo/Diário Corumbaense)

Corumbá - distante 419 km de Campo Grande, tem registrado temperaturas próximas a 40°C quase que diariamente e o Corpo de Bombeiros e a PMA (Polícia Militar Ambiental) têm alertado a população sobre os riscos de atear fogo em lixo doméstico.

"As queimadas ocorrem por negligência, muitos proprietários insistem em queimar lixo e mato nos terrenos e há aqueles que ateiam fogo propositalmente”, afirma o tenente-coronel José Eduardo Cabral, comandante do 3° Grupamento de Bombeiros de Corumbá.

Segundo o site Diário Corumbaense, o comandante ainda reforçou que os bombeiros atuam no combate a incêndios que oferecem algum risco e que, em algumas situações não há a necessidade de a corporação ser acionada. “Em caso de grandes proporções e se estiver perto de escolas, creches, casas e postos, o Corpo de Bombeiros vai atuar extinguindo esses focos. Em pequenos e médios incêndios, a gente também atua, mas há situações que não oferecem riscos”, explicou.

Por lei, quem for flagrado provocando focos de incêndio pode ser multado, mas é importante a conscientização ambiental. "O recomendado é nunca fazer a limpeza do terreno ateando fogo. Os incêndios oferecem diversos riscos. Ao se propagar, podem atingir uma residência, sem falar que essa prática traz prejuízos para a cidade e para o meio ambiente, causando poluição”, orientou o tenente-coronel José Ricardo Cabral.

Tipos de queimadas - A PMA informa que existem três tipos de queimadas: as controladas,que são autorizadas pelo órgão ambiental competente; os incêndios florestais que são considerados desastres as queimadas a céu aberto, que ocorrem na área urbana.

Segundo a polícia, a queimada controlada é um procedimento agropastoril em que o pecuarista ou trabalhador rural faz um requerimento junto ao Imasul e vai ter o caso dele estudado e posteriormente autorizado para que seja feito dentro dos critérios da lei. O incêndio florestal é algo sem controle, um fogo que pode ter origem pelo ser humano ou pelas forças da natureza e que demanda o combate por parte de órgãos preparados.
A queima a céu aberto é provocada por parte da população de Corumbá que insiste em queimar lixo ou algum tipo de material orgânico em terreno baldio. Essa prática é irregular e nós buscamos orientar a comunidade a mudar esse tipo de atitude”, afirmou o subtenente da Polícia Militar Ambiental, Antônio Rondon da Silva.

Vítima é achada morta com 11 ferimentos de arma de fogo no Centro
Homem de 33 anos foi assassinado com vários tiros, por volta das 23h30 de ontem (22), na Rua Vereador Rogério Francisco Santana, no Centro de Bandeir...
Continuam abertas as inscrições para mestrado em Agronegócios da UFGD
A UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) segue com inscrições abertas para o processo seletivo do mestrado em Agronegócios, para candidatos i...
MPE apura em inquérito possível irregularidades no CCZ de Dourados
O MPE-MS (Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul) apura desde o início do mês em inquérito civil a existência de irregularidades ambienta...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions