ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, DOMINGO  26    CAMPO GRANDE 30º

Interior

Criança de cinco anos anda por 1km em busca de socorro para os pais

Casal não resistiu aos ferimentos e morreu no local do acidente

Por Luana Rodrigues | 14/01/2017 10:39
Quando bombeiros chegaram ao local do acidente, vítimas já estavam mortas. (Foto: Divulgação/ Corpo de Bombeiros)
Quando bombeiros chegaram ao local do acidente, vítimas já estavam mortas. (Foto: Divulgação/ Corpo de Bombeiros)

Com os pais feridos após um acidente de carro, uma criança de 5 anos andou sozinha e no escuro, por cerca de um quilômetro, em busca de socorro no km 67 da estrada vicinal MS-485, em Porto Murtinho – município distante cerca de 431 quilômetros de Campo Grande. O acidente ocorreu na noite desta quinta-feira (12), mas só foi registrado na tarde de ontem (13).

De acordo com o Corpo de Bombeiros do município, a menina foi encontrada pelo dono de uma fazenda, distante cerca de um quilômetro do local do acidente. Muito abalada, porém sem ferimentos graves, ela indiciou onde os pais estavam. O Corpo de Bombeiros foi chamado, mas quando chegou ao local, o casal já havia morrido.

A criança chegou a ser encaminhada para o hospital da cidade, mas recebeu alta neste sábado (14).

Acidente - Conforme informações do boletim de ocorrência, Madilene Godoi, 34 anos, e Reinaldo Leôncio dos Santos, 52 anos, seguiam de carro com a filha, que não teve a identificação revelada, em direção a fazenda Terra Santa, que fica na região da MS - 485.

Em determinado trecho da estrada, próximo a fazenda Toca da Onça, o motorista teria perdido o controle do carro e batido em uma árvore. Tanto Reinaldo, quanto a esposa Madilene, que estavam na parte da frente do carro, ficaram presos às ferragens do veículo após o acidente.

O Corpo de Bombeiros foi chamado, mas ao chegar no local, o casal já estava morto. Ainda segundo informações do registro, o casal trabalhava em uma fazenda da região, chamada São Lucas, e estava indo visitar o filho, numa fazenda vizinha.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário